Lista: 7 livros para celebrar a diversidade no mês do orgulho LGBTQIA+

28/06/2021 - POSTADO POR EM HQs/Livros
Post thumbnail

No Dia do Orgulho LGBTQIA+ nós, do Roteiro Nerd, trouxemos mais uma lista especial para vocês. Dessa vez com 7 livros, cada um com a capa de uma cor da bandeira do arco-íris, recomendando protagonistas que fazem parte da Comunidade LGBTQIA+. Veja as nossas indicações.

Veja também:

> LISTA: 10 SÉRIES PARA CELEBRAR A DIVERSIDADE NO MÊS DO ORGULHO LGBTQIA+
> LISTA: 10 FILMES PARA CELEBRAR A DIVERSIDADE NO MÊS DO ORGULHO LGBTQIA+

1. Simon vs a Agenda Homo Sapiens (2015)

O livro foi publicado no Brasil pela editora Intrínseca em 2016 e é um sucesso da autora Becky Albertalli. A obra conta a história de Simon, um rapaz de 16 anos que está no ensino médio e que está bem com o fato de ser gay, apesar de não falar sobre isso para os amigos e família. Ele até se corresponde com outra pessoa que se identifica como Blue e conversam a respeito disso via e-mail. 

O grande problema é quando esses e-mails vão parar nas mãos de quem não deve e ele vê o segredo de sua sexualidade se tornar alvo de uma chantagem. Tudo isso para que um hétero bobão consiga ficar com uma amiga sua, e pior, ele tenha que bancar o cupido dos dois. O livro inspirou o longa Com Amor, Simon (2018) e o seriado spin-off Love, Victor (2020 -).

Imagem: Divulgação

2. O Oráculo Oculto (2016)

A obra é a primeiro de uma série de cinco livros, chamada As Provações de Apolo, de Rick Riordan, publicada no Brasil desde 2016 pela Intrínseca. Na história acompanhamos o deus grego Apolo, que é abertamente bissexual, em uma vasta saga para retornar às graças do Olimpo e à sua condição de Deus do Sol

Durante não apenas o primeiro livro, mas também nas demais obras da saga, somos apresentados a diversos personagens já conhecidos de outras sagas de Riordan que fazem parte da Comunidade LGBTQIA+, como Nico de Ângelo, além de outros novos. 

Imagem: Divulgação

3. Boy Erased: Uma verdade anulada (2016)

Este livro de Garrad Conley, que deu origem ao filme homônimo, foi trazido para o Brasil pela Editora Intrínseca. A obra, baseada em experiências do próprio autor, narra a história dele, que após ter sua sexualidade exposta por um colega da faculdade aos pais, foi obrigado a se submeter a um programa religioso de “conversão sexual” para pessoas LGBTQIA+. Lá ele começa a questionar vários relacionamentos que nutriu no decorrer de sua vida, como com sua família e sua fé.

Imagem: Divulgação

4. Querido Ex (2020)

Obra nacional, este livro foi publicado primeiro de forma independente, e posteriormente pela Galera Record. Com autoria de Juan Julian, ele ficou 100 dias seguidos em 1° lugar dos mais vendidos na categoria LGBTQIA+ da Amazon. 

A obra vai narrar a história de um jovem gay negro de periferia que, não apenas levou um pé na bunda, mas agora tem que aturar o seu ex tornando-se uma subcelebridade na televisão e todos ao seu redor o adorando. Para tentar tirar um pouco desse peso das suas costas, ele resolve escrever cartas que o ajudem a colocar em ordem todo o trauma que foi esse relacionamento.

Imagem: Divulgação

5. Dois Garotos se Beijando (2013)

Publicada no Brasil pela Galera Record e escrita por David Levithan, a obra tem uma forma de narrativa bastante diferenciada. Escrita em forma de contos e em segunda pessoa do plural, o livro vai narrar a história de cinco jovens gays que estão em diferentes momentos da vida deles e isso pelo ponto de vista daqueles que já tiveram experiências semelhantes. 

O livro possui como objetivo trazer uma reflexão de como há diversos tipos de relacionamentos e indivíduos na Comunidade LGBTQIA+ e não procura de forma alguma romantizar ou categorizar os fatos narrados, mas viver do amor que cada um vive e a busca pela liberdade de ser quem eles são.

Imagem: Divulgação

6. Arlindo (2021)

Arlindo é um quadrinho publicado pela editora Seguinte. Roteirizado e Ilustrado pela Ilustra Lu e cheio de referências dos anos 2000, o livro vai contar a história de Arlindo. Ele é um garoto do interior do Rio Grande do Norte que ajuda em casa como pode, seja auxiliando a mãe a fazer doces ou cuidando da sua irmã. 

Enquanto isso, ele arruma um tempo para alugar filmes, cantar no chuveiro e sentir seu coração bater mais rápido quando aquele paquera lhe dá o mínimo de atenção. A questão é que tem gente que se incomoda com Arlindo, que só quer ser feliz.

Imagem: Divulgação

7. Vermelho, Branco e Sangue Azul (2019)

Também publicado no Brasil pela Seguinte, o livro da autora Casey McQuiston veio para conquistar o coração daqueles que sonham em ver um conto de fadas LGBTQIA+ da realeza. A obra vai contar a história de Alex Claremont-Diaz, um jovem queridinho da mídia dos Estados Unidos por ser o filho da primeira mulher Presidente do país. 

Depois de um desastroso jantar, ele se vê preso numa agenda de compromissos com um dos herdeiros da coroa Britânica, Henry, a quem não suporta. Eis que, quanto mais tempo eles passam juntos, mais Alex descobre que sua opinião sobre o neto da rainha pode estar errada, e que ambos tem bem mais em comum do que ele pensava.

Imagem: Divulgação

BÔNUS – Laura Dean Vive Terminando Comigo (2020)

Publicado pela Intrínseca, o quadrinho foi escrito por Mariko Tamaki e ilustrado pela Rosemary Valero-O’Connell, e ganhou diversos prêmios. A história é focada em Freddy, que parece nem acreditar que a garota mais popular do colégio finalmente é sua namorada

Mas nem tudo parece ser um sonho, pois a fachada de engraçada, carismática e linda esconde a personalidade egoísta e cruel de Laura Dean, que continua terminando repetidamente com Freddy. Veja mais no nosso veredito aqui.

Imagem: Divulgação

BÔNUS – Leah Fora de Sintonia (2018)

Esse livro faz parte do universo de Simon vs a Agenda Homo Sapiens e é importante que você tenha lido ele antes de seguir para essa recomendação, mas mesmo assim, é muito bom compreender que nem tudo é o que se parece. 

Leah é a melhor amiga de Simon, mas mesmo assim guarda um segredo que apenas sua mãe sabe: que é bissexual e tem certeza disso. Estando no último ano da escola, a jovem vê muitas mudanças que a deixam completamente desorientada, e ela odeia muitas coisas, principalmente a nova garota que chegou ano passado, e que não sai da sua cabeça.

Imagem: Divulgação

BÔNUS – Quinze Dias (2017)

Publicado pela Seguinte, o livro foi escrito pelo brasileiro Vitor Martins, que também possui outra publicação pela editora com protagonismo LGBTQIA+, a obra Um Milhão de Finais Felizes (2018). Nessa história, nós conhecemos Felipe, que está contando os dias para poder apreciar suas aguardadas férias de julho da escola.

Mas seus planos se veem jogados pela janela, quando sua mãe aceita abrigar seu ex-crush (que possivelmente nem é tão ex assim) por longos 15 dias. Agora Felipe deve encarar várias incertezas e dúvidas consigo mesmo, enquanto divide o mesmo ambiente que Caio, seu vizinho.

Imagem: Divulgação