Veredito de Ms. Marvel

20/07/2022 - POSTADO POR EM Séries
Post thumbnail

As minisséries da Marvel na Disney+ estão em queda desde Loki, não há dúvida. Embora Ms. Marvel ainda seja melhor que Gavião Arqueiro e Cavaleiro da Lua (o que não é difícil), a produção da mais jovem heroína da franquia decepciona.

⛔ Ajude o Roteiro Nerd e contribua com até R$ 1.

P.S: Este texto pode conter spoilers.

Início promissor

Ms. Marvel começa muito bem: acompanhar Kamala Khan (Iman Vellani) no ensino médio enquanto descobre seus poderes e lida com sua família é a leveza que a Marvel não abordava desde De Volta ao Lar.

O visual com mensagens de texto estilizadas e o contraste da cultura estadunidense e paquistanesa formaram uma base divertida e rica nos primeiros episódios. O foco estava somente no desenvolvimento de Kamala, sem necessidade de conexão com outras obras da Marvel além de sua admiração pela Capitã Marvel.  

Queda virou rotina

Porém, como quase todas as obras do estúdio, o bom início é seguido de atos finais terríveis. A decepção aqui começa quando vários personagens (membros da Adaga Vermelha e os Clandestinos) são introduzidos e descartados rapidamente, apenas para servirem ou como guias para Kamala, explicando sobre o Véu, ou como inimigos sem sal.

Há um respiro dramático durante o frenesi no meio da série, com metade do episódio focado no importante passado da família dela, mas dura pouco.  

O episódio final é talvez o pior. Tenta montar uma sequência de ação diferente na escola e acaba sendo uma grande vergonha alheia. Cinco horas de conteúdo construindo a heroína para uma rápida e pouco inventiva conclusão.

No fim de tudo isso, colocam uma referência textual e sonora de X-Men para os fãs se empolgarem e criarem teorias, na tentativa de apagar a mascarar a fraca resolução da história. 

Imagem: Divulgação de Ms. Marvel.
Imagem: Divulgação de Ms. Marvel.

Veredito

Seis episódios é muito para algumas minisséries da Marvel (Gavião) e pouco para desenvolver da melhor forma a nova geração de heróis e de heroínas. A Disney precisa rever suas prioridades para sua até aqui desastrosa Fase 4: se vai reunir todo mundo com série própria para algo maior no cinema, necessita de obras mais sólidas.

Se isso vai levar seis ou 12 episódios, não importa. O nível das produções do estúdio caiu demais após o fim da Fase 3. Nomes menos conhecidos não empolgam o público médio para assinar um streaming e acompanhar suas trajetórias até um dia pintarem nas telonas.

Ms. Marvel até empolga no começo, mas cai quando se apressa em explicar e resolver questões pessoais da protagonista. A trama familiar é o coração da obra e merecia mais atenção do que cerca de 40 minutos.

Imagem: Divulgação de Ms. Marvel.
Imagem: Divulgação de Ms. Marvel.

Pontos positivos

  • Começo leve e promissor

Pontos negativos

  • Falta de atenção na trama principal
  • Pressa corriqueira para uma conclusão sem sal

NOTA: 4.5