Veredito da 1ª temporada de Arcane

04/12/2021 - POSTADO POR EM Séries
Post thumbnail

A primeira temporada de Arcane chegou ao fim e, com isso, veio a confirmação de que a segunda temporada da série da Netflix já está em produção. Você confere agora o veredito do Roteiro Nerd sobre o que vimos de Arcane até agora.

Criada por Cristian Linke e Alex Yee, a série de animação é ambientada dentro do mundialmente famoso jogo League of Legends, da empresa de jogos eletrônicos norte-americana Riot. Contando com nove episódios de aproximadamente 40 minutos e dividida em três atos, Arcane é um sucesso da Netflix, mesmo após seu lançamento ter sido adiado por um ano devido a pandemia.

Veja também: Lista: 5 Motivos Para Assistir Arcane

Arcane foca na história de duas irmãs já conhecidas pelos jogadores e fãs do jogo, Jinx e Vi, além de Ekko, moradores da subferia Zaun, e de outros campeões também veteranos, tais como; Jayce, Viktor, Caitlyn e Heimerdinger, presentes na cidade do progresso, Piltover.

Narrativa

Dividida em três atos, a história da série começa com vários personagens ainda jovens e com vislumbres do potencial que irão se tornar. Era um dia comum, quando Vi e Jinx, aqui ainda conhecida como Powder, vasculham a chamada Cidade do Progresso, junto a seus amigos, atrás de produtos que poderiam ter algum valor.

Nessa missão, eles acabam esbarrando no projeto principal de Jayce – ainda estudante da Academia, o que resulta em uma enorme explosão com diversas consequências para ambos os lados. Enquanto para a Piltover o progresso realmente chega, é na subferia que há as consequências reais que fazem a história avançar.

personagens novos apresentados na série que ainda poderão ser introduzidos no jogo, e que são de extrema importância para a narrativa de cada personagem e sua evolução, além de itens, tais como poções, armas, etc. que são focos dentro das partidas para melhorar o desempenho dos campeões, e que dentro da narrativa ganham um significado real para história, trazendo um novo entendimento para os fãs.

Imagem: Divulgação

O Caos Desenfreado

Com o desenvolvimento da história, seus personagens também sofrem diversas evoluções (uns mais que outros, e é claro), com destaque para campeões como Powder, que a partir do segundo ato, adota o nome de Jinx. A desordem que a personagem traz é real e perigosa para todos os lados, e mesmo que haja quem possa lhe segurar, ela é, de fato, uma bomba relógio.

Irmã mais nova de Vi, a personagem inicia como alguém que está sempre buscando a aprovação dos demais presentes e querendo ser aceita, mesmo que para isso ela precise se adequar aos demais. No decorrer dos episódios e atos, ela se torna um caos desenfreado, tanto para Piltover, quanto para Zaun, mas principalmente para os que a cercam.

Para quem não joga League of Legends, é importante salientar o quanto Jinx já era uma personagem cativante para os jogadores desde sua apresentação. Com Arcane, sua empatia apenas aumentou.

Imagem: Divulgação

Extras

A animação de Arcane é, por si só, um motivo para maratonar a série. Misturando animação de computação gráfica com tradicional, a qualidade das cenas se torna um diferencial completo quando comparado aos demais estúdios iniciais. Complementando o aspecto técnico, o roteiro e a trilha sonora também são praticamente impecáveis em seus contextos.

Os criadores da série, Christian Lee e Alex Yee se juntaram a um dos diretores, Ash Brannon, e ao já conhecido escritor de narrativas da Riot, Connor Sheehy, responsável por desenvolver as histórias de vários campeões no jogo, para que a história de Arcane se tornasse o sucesso que foi, principalmente para os fãs.

A música de abertura, intitulada “Enemy”, traz a banda Imagine Dragons e o rapper J.I.D para estabelecer toda a atmosfera da temporada. Um dos vários motivos dessa escolha é o conhecimento que os jogadores possuem da banda, que já havia ganhado notoriedade entre os fãs devido aos campeonatos e uma música tema associada ao jogo.

A dublagem original também é um ponto que merece destaque. Com nomes de peso dentro do elenco, são poucas as pessoas que não iriam reconhecer os atores escolhidos de forma cuidadosa, como já citados na nossa lista de motivos para assistir Arcane.

Veredito

É preciso muito esforço e tempo para encontrar problemas em Arcane, e isso vindo de alguém que não joga League of Legends, mas que ficou tão empolgada com a série que a frustração veio quando acabava cada ato e era necessário esperar mais uma semana… E a necessidade bateu quando a temporada acabou.

O público se apega às histórias, aos cenários, e não há dúvida alguma, aos personagens, que são o ápice da série. Mesmo que o roteiro, que desenvolve questões políticas e de representatividade, seja motivo também para que todos se sintam empolgados com Arcane, a forma que seus campeões são apresentados é o real motivo para que a série tenha cativado a todos.

Imagem: Divulgação

A animação não se limitou ao jogo, com cenas de luta e guerra, o que poderia frustrar vários fãs que gostam desse tipo de idéia, mas sim, expandiu os relacionamentos interpessoais que cada herói tem, fazendo assim, o mundo de LOL criar um novo patamar para adaptações do gênero.

Pontos Positivos

  • Desenvolvimento de Personagens
  • Trilha Sonora, Dublagem e Animação
  • Representatividade
  • Roteiro

Pontos Negativos

  • Ainda procurando…

Nota: 10