Análise de Monster Hunter Stories

14/06/2024 - POSTADO POR plataforma pagando no cadastro fortune tiger EM https://roteironerd.com/20-casino

Originalmente lançado em 2016 para Nintendo 3DS, Monster Hunter Stories trouxe uma nova perspectiva para a famosa franquia Monster Hunter, colocando você não como um caçador, mas como um Rider, alguém que cria laços profundos com incríveis criaturas.

Com o recente lançamento de uma versão remasterizada para PlayStation 4, Nintendo Switch e PC (Steam), a aventura ganhou nova vida com gráficos atualizados, localização em português e diversas melhorias.

Confira agora a nossa análise e veja o que achamos dessa apostada de Capcom!

>> Análise de Monster Hunter Stories 2.

História

Em Monster Hunter Stories, os jogadores são transportados para a aldeia de Hakum, um local onde os habitantes mantêm uma relação única com monstros, conhecidos como Monsties. Você assume o papel de um jovem Rider, que, ao contrário dos tradicionais caçadores de monstros da série, forma laços com essas criaturas e as utiliza como parceiros de combate.

A narrativa se inicia com uma cerimônia de iniciação na aldeia, onde você e seus amigos de infância, Cheval e Lilia, encontram um misterioso ovo de monstro. Este ovo choca-se e revela um Rathalos, um dos monstros mais icônicos da série. Este evento desencadeia uma série de acontecimentos que mudam a vida dos protagonistas para sempre.

Logo após, uma catástrofe atinge a aldeia de Hakum: uma misteriosa força corruptora chamada Black Blight começa a infectar os monstros da região, transformando-os em versões mais violentas e perigosas de si mesmos. A tragédia pessoal também atinge os protagonistas, especialmente Cheval, que perde sua mãe durante um ataque de monstros infectados.

Movido pela dor e desejo de vingança, Cheval embarca em uma jornada sombria, deixando a aldeia com intenções questionáveis. Enquanto isso, você, como o novo Rider, é encarregado pela Velha Chefe da Aldeia com a missão de descobrir a origem da Black Blight e impedir que a corrupção se espalhe ainda mais. Acompanhado por Navirou, um felino falante e cheio de personalidade, você parte em uma jornada épica pelo mundo de “Monster Hunter Stories”.

Um ponto crucial da história é o desenvolvimento de seus laços com os Monsties. Através de ovos encontrados em ninhos, você poderá chocar e criar uma vasta gama de monstros, cada um com habilidades únicas que serão essenciais para superar os desafios que surgem no caminho. O crescimento e a evolução desses laços são um tema central do jogo, destacando a importância da amizade e cooperação entre Riders e Monsties.

Conforme você avança na história, revelações sobre a verdadeira natureza da Black Blight e seus poderes como Rider são desvendadas. A trama culmina em uma série de batalhas épicas e emocionantes que testam não apenas sua força, mas também os laços que você formou com seus Monsties e amigos. Tudo isso garante uma campanha com 30 horas de duração.

P.S: O jogo está localizado com legendas em português e apresenta dublagens em japonês e inglês.

Imagem de Monster Hunter Stories

Exploração do mundo

A exploração é um componente essencial de Monster Hunter Stories. O mundo é vasto e diversificado, composto por diferentes biomas, como florestas, desertos e vulcões. Cada região está repleta de monstros para combater, itens para coletar e segredos para descobrir. Esta exploração lembra muito a série The Legend of Zelda, especialmente jogos como The Legend of Zelda: Majora’s Mask, onde o jogador é incentivado a investigar cada canto do mapa, resolver quebra-cabeças ambientais e descobrir segredos.

Em Monster Hunter Stories, a exploração é aprimorada pelo uso de Monsties como montarias. Cada Monstie possui habilidades únicas de montaria que permitem acessar áreas inacessíveis a pé, como saltar sobre grandes abismos, nadar em rios ou escalar paredes. Esta mecânica adiciona uma camada de exploração semelhante à mecânica de mundo aberto de Zelda, onde diferentes habilidades são necessárias para acessar novas áreas e resolver enigmas.

As missões de exploração frequentemente envolvem encontrar e coletar itens raros, combater monstros poderosos e descobrir ovos de Monsties escondidos em ninhos. A sensação de descoberta e aventura ao explorar novas regiões é uma das principais atrações do jogo, oferecendo uma experiência imersiva e gratificante.

Imagem de Monster Hunter Stories
Imagem de Monster Hunter Stories

Jogabilidade

A jogabilidade é uma agradável surpresa, diferenciando-se significativamente dos outros títulos da franquia como Monster Hunter Rise (2021). O combate é baseado em turnos, semelhante a RPGs clássicos, mas com uma profundidade estratégica única. Você deve escolher cuidadosamente seus ataques e habilidades, levando em consideração as fraquezas e padrões de comportamento dos inimigos.

Além disso, a mecânica de incubação de ovos e criação de Monsties permite um alto grau de personalização, incentivando os jogadores a explorar e coletar diferentes monstros para fortalecer sua equipe. As batalhas são desafiadoras e recompensadoras, mantendo o jogador constantemente engajado.

Comparando com Pokémon, Monster Hunter Stories também coloca ênfase em capturar e treinar criaturas. No entanto, enquanto Pokémon foca em batalhas estratégicas com inúmeras criaturas, Monster Hunter Stories oferece uma experiência mais narrativa e integrada ao seu universo de fantasia. A mecânica de combate por turnos em ambos os jogos é semelhante, mas Monster Hunter Stories se destaca pela profundidade na personalização dos Monsties e a interação mais direta com o mundo aberto.

Imagem de Monster Hunter Stories

Gráficos e Trilha Sonora

Os gráficos receberam uma atualização significativa, apresentando texturas mais detalhadas e efeitos visuais aprimorados que fazem com que cada cenário seja um prazer de explorar. No entanto, é importante reforçar que se trata de uma versão remasterizada, ou seja, um refinamento da versão original lançada para o Nintendo 3DS, e não um jogo criado do zero. Portanto, o salto de qualidade gráfica não deve ser comparado aos jogos nativos de PlayStation 4.

A trilha sonora é outro destaque da experiência. Composições orquestradas envolventes acompanham o jogador em sua jornada, variando entre temas épicos para batalhas e melodias tranquilas para momentos de exploração. A música consegue capturar a essência da aventura e da descoberta, criando uma atmosfera imersiva que complementa perfeitamente a narrativa e a ação do jogo. Além disso, os efeitos sonoros são bem trabalhados, desde os rugidos dos monstros até os sons ambientes que enriquecem a experiência auditiva.

Imagem de Monster Hunter Stories
Imagem de Monster Hunter Stories

Veredito

Monster Hunter Stories é uma adição brilhante a biblioteca de jogos de PlayStation 4, Nintendo Switch e PC (Steam). Com uma história cativante, jogabilidade envolvente e gráficos melhorados, o jogo se destaca como uma obra que agrada tanto os fãs veteranos da série quanto novos jogadores. Prepare seu laço, monte seu Monstie e embarque nesta jornada épica.

Pontos Positivos:

  • Combinação de elementos de RPG tradicional com mecânicas de captura e treinamento de monstros.
  • Atualização das texturas e efeitos visuais.
  • Sistema profundo de criação e personalização de Monsties através do sistema de transmissão de genes, incentivando a experimentação.
  • Mundo vasto e diversificado, repleto de biomas diferentes e segredos para descobrir.
  • Composições que variam entre temas épicos de batalha e melodias tranquilas de exploração.

Pontos Negativos:

  • Apesar da remasterização, os gráficos ainda refletem as limitações da versão original lançada para o Nintendo 3DS.
  • Pode ser intimidante para jogadores novatos devido à profundidade das mecânicas de combate e personalização de Monsties.
  • Embora diversificado, o jogo pode apresentar certa repetitividade em missões secundárias, afetando a variedade de experiência a longo prazo.

Nota: 8.0 / 10