Análise de Live A Live

02/08/2022 - POSTADO POR EM Jogos
Post thumbnail

Em 2022, a Nintendo vem dando um show para quem ama JRPGs. Praticamente, temos um ou dois lançamentos por mês com histórias cativantes, como Triangle Strategy e Xenoblade Chronicles 3. Desta vez, a empresa resgatou um título de grande sucesso que havia sido disponibilizado apenas no Japão em 1990:  Live A Live

Pela primeira vez no ocidente, o jogo aparece com gráficos totalmente tratados em HD-2D, e garante um visual tão belo quanto Octopath Traveler (2018). Tudo isso graças à Unreal Engine

Confira agora o nosso veredito

Ajude o Roteiro Nerd e contribua a partir de R$ 1

História

Em Live a Live, podemos jogar sete histórias completamente diferentes. Cada narrativa tem seus protagonistas, cenários e desafios únicos, e isso deixa a experiência ainda mais rica e divertida. Não se preocupe que não vai faltar o que fazer no jogo. Mesmo sendo um jogo de 1990 e com suas limitações (hardware), você deve levar em média 1h30 para finalizar apenas um capítulo

E falando em limitações, é incrível pensar que um título com essa qualidade tenha sido lançado há tanto tempo atrás. Digo isso porque conseguimos observar grandes inovações técnicas (gráficos/gameplay) que marcaram uma geração e hoje fazem parte do mercado. 

O maior exemplo de todos é a capacidade de oferecer várias histórias diferentes em um único título. Inclusive, aproveito até para compartilhar um pouco da sinopse dos sete capítulos (principais). É impossível não se apaixonar por uma história!

  • Pré-História: O homem das cavernas Pogo e seu amigo gorila Gori vão resgatar Beru, uma mulher que foi sequestrada por uma tribo hostil que pretende sacrificá-la.

  • China imperial: Na China, vive o solitário mestre de uma poderosa técnica de artes marciais, o Shinsan-ken. Sua técnica está morrendo e ele escolhe três alunos para treinar. 

  • Japão feudal: O Japão está ameaçado e somente um clã ninja secreto, conhecido apenas por Shinobi, pode salvar tudo. O grupo envia Oboro-maru, um de seus agentes, ao castelo com a missão de resgatar um prisioneiro capturado e matar vilão Ode.

  • Velho oeste: Um fora-da-lei conhecido como Sunset Kid começa a ser caçado e precisa fazer de tudo para sobreviver. 

  • Presente: Takahara Masaru é um homem que quer ser conhecido como o mais forte do mundo. Para fazer isso, ele viaja para enfrentar seis mestres de diferentes estilos de luta.

  • Futuro próximo: Lutando contra organizações governamentais, Tadokoro Akira desvenda um plano do governo de sequestrar pessoas. A única esperança é um gigantesco robô, o Buriki-Daioh, que está adormecido sob a cidade, e que só Akira terá a força necessária para guiá-lo. 

  • Futuro distante: Em um ônibus espacial, um recém-criado robô interage com os seis tripulantes da nave, e ultimamente vem ajudando a defender a tripulação de estranhos e perigosos fatos.

Após finalizar todas as histórias, é liberado um oitavo capítulo, onde todos os protagonistas são reunidos para encarar uma ameaça ainda mais sombria. É indescritível ver todo mundo reunido e cooperando. Particularmente, gostei demais da Pré-História, Velho Oeste e Futuro Distante. São histórias simples, porém encantadoras. 

Imagem de divulgação de Live A Live

Gameplay 

O jogo possui sua estrutura pautada no tradicional JRPGs com batalhas de turnos e direito a ataques básicos e especiais. Há aqueles personagens que são mais fortes fisicamente e outros que servem de suporte para curar geral. 

Além das batalhas, também há espaço para exploração. Aconselho que usufrua e aproveite para coletar itens perdidos ou dropar de criaturas. Será fundamental para que possa criar novas armas e armaduras

Sendo bem sincero com vocês, achei o gameplay honesto e divertido. Confesso que nada ficou maçante e nem cansativo, porque tudo flui muito bem. Isso é mérito do time!

Imagem de divulgação de Live A Live

Veredito

Live a Live é sem dúvidas um dos melhores JRPGs  de 2022. O jogo exclusivo da Nintendo consegue oferecer qualidade em diversos aspectos, como história, gameplay, gráficos e trilha sonora. Apesar disso, existem fatores que podem distanciar o público brasileiro em consumir essa obra, principalmente pela ausência da localização em portgues e preço de R$ 249. A minha sugestão é você esperar alguma promoção na eshop, e comprar quando tiver mais barato, até porque o fator replay do jogo é fraquinho. Somente assim terá um melhor custo-benefício

Imagem de divulgação de Live A Live

Pontos positivos

  • História
  • Gameplay
  • Gráfico e trilha sonora
  • Longa duração de campanha

Pontos negativos

  • Ausência de localização em português
  • Preço elevado
  • Tela de carregamento demorada
  • Fator replay fraco 

NOTA: 8.5