Lista: 5 motivos para assistir Amor e Monstros

16/04/2021 - POSTADO POR EM Filmes

Amor e Monstros é o típico filme com nome brega que você não dá nada, mas que acaba surpreendendo. Recém-lançado na Netflix, o longa já conquistou um lugar no top 10 do streaming com sua trama pós-apocalíptica narrada de maneira divertida. Conferimos a produção e trouxemos aqui cinco motivos para você colocar essa estreia na sua lista. 

1 – Mistura de romance com ação pós-apocalíptica 

Logo de cara esses não são gêneros que normalmente combinariam. Apesar de várias obras distópicas que tenham pitadas de romance, dificilmente isso será a motivação do protagonista, o que nos leva ao primeiro motivo do porquê esse filme chamar a atenção. 

Na trama de Amor e Monstros, a humanidade está sendo atacada por insetos e outros animais que sofreram mutação e agora são enormes bestas selvagens. Os humanos que sobreviveram aos primeiros ataques agora se escondem em bunkers subterrâneos, em um deles o jovem Joel Dawson (Dylan O’Brien) vive há sete anos.

Ele já perdeu seus amigos e a família, agora a única coisa que lhe restou para se apegar é sua antiga namorada, Aimee (Jessica Henwick). O garoto consegue descobrir sua localização por meio do contato de rádio com outras colônias humanas, então ele decide partir para encontrá-la. Todos acham que essa é uma péssima ideia, mas Joel está decidido a encontrar o seu amor e partir nessa perigosa jornada.

Imagem: Divulgação

2 – Protagonista cativante

Dylan O’Brien tem como trabalhos mais conhecidos a série Teen Wolf (2011-2017) e a trilogia de filmes Maze Runner (2014 – 2018), na qual ele fazia o protagonista Thomas. Durante as filmagens do último longa da saga o ator sofreu um grave acidente e passou por meses de recuperação, desde então ele ficou afastado de grandes produções, voltando para as telonas agora com o longa distribuído pela Netflix.

O Joel de Dylan é um rapaz inocente, que ficou traumatizado pelo início do confronto com os monstros, mas tem uma grande vontade de se provar. Ele coloca em Aimee toda a sua esperança, fazendo dela sua motivação. Quando ele a encontra e percebe que suas contribuições para a colônia são escassas, resolve partir para vê-la pessoalmente.

No início percebemos suas dificuldades para encarar os perigos e como ele anda desatento por um espaço completamente infestado de monstros, precisando ser salvo diversas vezes. Porém há uma progressão do personagem durante o filme, que tem disposição para ouvir conselhos e deseja evoluir. A combinação de suas qualidades e falhas o tornam muito empático e é fácil para o público se conectar com seu jeito corajoso, idealista e engraçado. 

Imagem: Divulgação

3 – Ótimos efeitos especiais 

Ser uma produção de grande orçamento nem sempre é garantia de que a computação gráfica será convincente, principalmente em se tratando de seres que não existem no mundo natural. Porém, Amor e Monstros tem um ótimo design de produção aliado a efeitos especiais muito bem executados.

Por conta dos animais terem sofrido mutações, a equipe do filme optou por um design que insere tentáculos, olhos a mais e outros elementos que os diferenciem de simplesmente serem insetos gigantes. E não se engane, temos vários deles em tela, o que só potencializa a sensação de perigo que a narrativa quer nos passar. Além das tomadas aéreas mostrando o ambiente desolado, que é bem realista.

Todo esse esmero não passou em branco, pois o filme garantiu uma indicação na categoria Melhores efeitos visuais no Oscar 2021, isso ao lado de produções estreladas como Tenet (2020) e Mulan (2020).

Imagem: Divulgação

4 – História é contada de maneira leve

O filme se inicia de uma maneira lúdica para mostrar ao espectador de que maneira o apocalipse dos monstros aconteceu. A narração do protagonista é leve e divertida, exibindo logo em seguida como é o seu dia a dia no bunker subterrâneo, as atividades que faz e como se sente solitário por ser o único solteiro de sua colônia.

Quando Joel deixa o local seguro para partir em sua jornada esse tom leve continua, mesmo que intercalado por momentos de tensão durante os ataques. O filme sabe muito bem sair de uma cena engraçada para uma perigosa em um piscar de olhos sem que a transição pareça estranha ao espectador, pois tudo segue bem encaixado na linha narrativa.

Imagem: Divulgação

5 – Mas ainda possui momentos emocionantes

Além das transições entre momentos de comédia e tensão, o roteiro de Amor e Monstros ainda consegue inserir cenas mais emocionais. O ambiente todo não deixa de ser trágico, já que estamos falando de um perigo que acabou com quase toda a humanidade. Os personagens tiveram perdas e em alguns momentos eles conversam sobre isso, o que abre espaço para situações que aproximam o espectador deles.

A mensagem final que o filme nos deixa é de esperança, o nosso protagonista atravessa inúmeros perigos e desafios, mas ele continua a querer lutar por esse mundo que já foi deles e que pode voltar a ser. É o tipo de ideia que casa muito com tudo pelo que estamos passando desde o ano passado, quem não gostaria de ouvir uma palavra sobre como podemos retornar às nossas vidas? O que nos cabe agora é continuar a ter essa .

Imagem: Divulgação