Veredito da 1ª temporada de Yu Yu Hakusho

22/12/2023 - POSTADO POR cassino bac bo EM fortune tiger free E Séries

O live action de Yu Yu Hakusho estreou neste mês de dezembro trazendo de volta personagens queridos nos anos 1990. Os fãs, naturalmente, estavam divididos entre a expectativa de reviver a história com lutas e piadas e a possibilidade da Netflix estragar a memória do anime. Será que a produção entregou? Confira agora nossa análise!

Ponto de partida

A série de fantasia, ação e aventura de Yoshihiro Togashi trazida para o live action apresenta Yusuke Urameshi, que nessa adaptação tem 17 anos. O jovem morre após se envolver em um acidente tentando salvar uma criança. Assim, ele vai parar no mundo espiritual onde descobre que morreu antes do programado.

Yusuke então recebe um convite para se tornar um detetive espiritual. Para que possa voltar à vida, ele precisa ajudar o Rei Enma Jr., mais conhecido por Koenma, a solucionar mistérios. Seu trabalho também passa a envolver caçar demônios que escaparam para o mundo dos humanos.

Imagem: Divulgação

Mudanças

Assim como no anime, a série inicia mostrando como era a vida de Yusuke no colégio e mostrando sua morte, algo que no live action acontece mais rápido. Algumas pequenas histórias que ajudavam na construção dos personagens foram descartadas ou apresentadas de outras formas.

Sentimos que Keiko perde um pouco da sua força na história, Yusuke ganha poderes rápido demais, e Hiei não parece ser tão temido e forte como no anime. Por outro lado, Kurama e Kuwabara são personagens que agora se destacam mais e suas histórias ficam bem mais coesas.

Os problemas da série seriam resolvidos se a primeira temporada tivesse mais episódios ou se apenas tivessem foco no primeiro treinamento de Yusuke com a “saga do torneio e treinamento da Genkai”.

Imagem: Divulgação

Potencial

Apesar dos pontos negativos, a série é bastante promissora. O ritmo mais acelerado foi interessante para trazer uma linguagem mais dinâmica e diminuir os intermináveis episódios do arco “Torneio das Trevas”. Os personagens têm suas personalidades no geral bem trabalhadas e lembram muito o anime.

A série tem um aspecto bem mais sério do que o anime. As piadas foram bem dosadas, mas sem perder aquele ar fanfarrão de Yusuke – e, nos alívios cômicos, conseguimos ver algumas das frases icônicas usadas nos anos 1990. A dublagem brasileira traz todas as vozes originais (com exceção de José Luiz Barbeito, que infelizmente faleceu em 2018) e deixa tudo ainda mais nostálgico.

Sobre a caracterização, a única coisa que temos a reclamar é a peruca de Kurama, que aparenta ser bem artificial. Por outro lado, o detalhe do cabelo de Yusuke mudando conforme a luta é primoroso.

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Veredito

No geral, Yu Yu Hakusho é muito boa e superior às outras adaptações de animes da Netflix, justificando a produção estar no top 10 da plataforma por 2 semanas seguidas. No fim, a pressa para avançar a trama tirou boas histórias que teriam sido interessantes, mas também acabou com as conversas e batalhas intermináveis comuns nos animes dos anos 90.

Pontos positivos:

  • Trama envolvente
  • Nostalgia bem executada
  • Personagens bem construídos

Pontos negativos:

  • Tramas secundárias esquecidas

Nota: 9