Análise de Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça

04/02/2024 - POSTADO POR https://roteironerd.com/sao-joao-cassino EM Jogos

Em um universo onde o caos reina e a Liga da Justiça se tornou uma ameaça, emerge uma equipe improvável de anti-heróis determinados a salvar o dia. Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça transporta os jogadores para Metrópolis, onde a batalha contra Liga da Justiça atinge níveis épicos. Desenvolvido pela Rocksteady Studios, o jogo já disponível para PlayStation 5 (PS5), Xbox Series X|S e PC (Steam). Confira agora a nossa análise!

>> Análise de TEKKEN 8.

>> Análise de Marvels Spider-man 2

História

Situado alguns anos após os eventos turbulentos de Arkham Knight, Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça transporta os jogadores para Metrópolis, onde a batalha pela sobrevivência e pela justiça atinge níveis intensos em um mundo devastado, onde Brainiac controla a mente dos lendários membros da Liga da Justiça. Assumindo os papéis de Harley Quinn, King Shark, Deadshot e Captain Boomerang, os jogadores embarcam em uma missão desafiadora para derrotar os super-heróis corrompidos e restaurar a ordem em Metrópolis.

A inclusão de elementos de humor ácido e momentos de intensa ação contribuem para um equilíbrio bem-sucedido entre os aspectos sérios e leves da história, mantendo os jogadores envolvidos e emocionalmente investidos no destino dos personagens e da cidade de Metrópolis. Além disso, a presença de reviravoltas inesperadas e dilemas morais desafia constantemente os jogadores a tomar decisões difíceis e refletir sobre as consequências de suas ações.

Há um aspecto que pode afastar algumas pessoas devido ao ritmo lento em algumas partes. O treinamento extenso necessário para dominar as habilidades dos personagens pode tornar a narrativa um pouco massante em certos momentos, exigindo horas para que os jogadores possam se concentrar totalmente na campanha principal. No entanto, é nessa campanha principal que o jogo brilha verdadeiramente.

Os embates com os membros da Liga da Justiça são incríveis e memoráveis, especialmente as aparições da Mulher-Maravilha. A dublagem em português está de acordo com os desenhos animados, o que é sensacional para os fãs das animações. Portanto, apesar do ritmo lento em algumas partes, o jogo compensa com momentos épicos e emocionantes durante a campanha principal, oferecendo uma experiência gratificante para os jogadores.

Imagem de Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça

Jogabilidade

A jogabilidade é uma mistura de elementos de ação e RPG, proporcionando uma experiência dinâmica e envolvente que mantém os jogadores entretidos e desafiados. Com a capacidade de alternar entre os quatro membros do Esquadrão Suicida a qualquer momento, os jogadores têm a liberdade de experimentar estilos de jogo únicos e adaptar suas estratégias às diferentes situações de combate e exploração.

Cada personagem possui habilidades especiais e estilos de travessia distintos, o que adiciona variedade e profundidade à jogabilidade. Por exemplo, Harley Quinn pode usar seu Grappling Gun para se movimentar rapidamente pelo ambiente, enquanto King Shark pode executar super saltos e dashs aéreos para cobrir grandes distâncias em pouco tempo. Essas habilidades oferecem uma sensação de liberdade e empoderamento aos jogadores, permitindo-lhes explorar o vasto mundo aberto de Metrópolis de maneiras criativas e emocionantes.

A inclusão de árvores de talentos e opções de personalização permite que os jogadores adaptem seus personagens de acordo com seu estilo de jogo preferido, adicionando uma camada adicional de profundidade estratégica.

No modo multiplayer cooperativo, os jogadores podem se unir com até três amigos para enfrentar desafios juntos, coordenando suas habilidades e táticas para alcançar objetivos comuns. A jogabilidade cooperativa adiciona uma dimensão social ao jogo, incentivando a comunicação e a colaboração entre os jogadores enquanto enfrentam inimigos poderosos e completam missões desafiadoras.

É importante ressaltar que a melhor forma de aproveitar este título é jogando sozinho, principalmente devido ao caos e aos bugs encontrados no modo multiplayer. Enquanto a experiência cooperativa pode ser emocionante e divertida, muitos jogadores têm relatado problemas de sincronização e quedas de framerate. Portanto, para uma experiência mais fluida e imersiva, recomenda-se jogar Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça no modo single player.

Gráficos e Trilha Sonora

Em termos visuais, o jogo apresenta um mundo aberto deslumbrante e detalhado, com Metrópolis retratada de maneira impressionante. Os modelos de personagens são bem projetados, com animações fluídas que aumentam a imersão.

O destaque visual são os embates épicos entre o Esquadrão Suicida e os membros corrompidos da Liga da Justiça, que são visualmente deslumbrantes e intensamente emocionantes. Cada golpe, explosão e efeito visual é apresentado com uma qualidade impressionante, adicionando camadas de realismo e impacto às batalhas.

Quanto à trilha sonora, ela complementa perfeitamente a ação do jogo, intensificando os momentos de tensão e destacando os momentos de triunfo. As composições musicais são cativantes e se encaixam bem com a atmosfera do jogo, adicionando profundidade emocional às cenas e encontros com os personagens.

Imagem de Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça

Veredito

Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça apresenta uma narrativa envolvente, jogabilidade dinâmica e aspectos visuais e sonoros impressionantes. A história leva os jogadores a Metrópolis, onde enfrentam uma batalha pela sobrevivência contra a Liga da Justiça corrompida por Brainiac. No entanto, o ritmo lento em certas partes pode afastar alguns jogadores, especialmente devido ao extenso treinamento necessário para dominar as habilidades dos personagens.

A jogabilidade combina elementos de ação e RPG, proporcionando uma experiência dinâmica, especialmente quando jogado no modo single player. No entanto, o modo multiplayer pode ser caótico e propenso a bugs, afetando a experiência de jogo.

O maior ponto de decepção é o fato da Warner ter focado em transformar o conceito do jogo em um “formato de serviço” para vender itens cosméticos. Se Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça fosse apenas focado na história e não tivesse um mundo aberto com missões repetitivas, poderia ter sido uma das melhores experiências de jogo do universo da DC Comics.

Pontos Positivos:

  • Narrativa envolvente e emocionante.
  • Jogabilidade dinâmica, com diferentes estilos de travessia e habilidades para cada personagem.
  • Gráficos e modelos de personagens bem projetados.
  • Trilha sonora e dublagem perfeitas.
  • Embates épicos e memoráveis com os membros corrompidos da Liga da Justiça.

Pontos Negativos:

  • Ritmo lento em algumas partes da narrativa devido ao extenso treinamento necessário.
  • Problemas técnicos no modo multiplayer, como bugs e quedas de framerate.
  • Repetição de missões que pode tornar o jogo cansativo após um certo tempo.

Nota: 8.0