Conheça os livros da franquia Naruto

05/09/2021 - POSTADO POR EM HQs/Livros
Post thumbnail

Naruto é um enorme sucesso em todo o mundo. O mangá, ilustrado e escrito por Masashi Kishimoto, foi publicado na Shounen Jump semanalmente de 1999 a 2014, com o anime transmitido de 2002 a 2017, dividido entre o clássico e o Shippuden.

Devido a esse fenômeno que o título se transformou, após a finalização do mangá, foi criado o chamado “Projeto Naruto” para comemorar os 15 anos de publicação do mangá, assim, Kishimoto teve oportunidade de desenvolver um projeto de livros especiais para personagens que tinham um pouco mais a contar após a Quarta Guerra Ninja.

Pensando nessas histórias, decidimos trazer mais detalhes das publicações para vocês.

Atenção, a matéria a seguir pode conter spoilers.

Formato

De primeira, você tem que saber que apesar de haver vários contos publicados no decorrer da história de Naruto, apenas 6 livros foram escritos nesse formato de literatura, e eles podem ser chamados de Hiden, que significa “Secreto” em japonês. Depois, que nem todos os personagens ganharam uma dessas publicações.

Cada livro se passa pouco tempo depois da vitória de Naruto e seu confronto com Sasuke, então ainda há algumas questões desses personagens escolhidos que Kishimoto desejou nos trazer para que possamos saber sobre o futuro deles. Esses personagens são: Kakashi, Sakura, Gaara, Shikamaru e Akatsuki.  Esses livros, oficialmente, não são classificados como mangás porque não possuem o formato tradicional da publicação.

Foto: Divulgação

Histórias

Como já explicado, cada um desses livros possui um personagem central com suas histórias secretas e paralelas ao protagonista, Naruto, logo após o final da Guerra Ninja contra Madara. Contudo, é bom deixar claro que mesmo que embora Kishimoto tenha participado do projeto, ele não é o autor dos livros. Na verdade, cada livro possui um escritor diferente, unidos por além do tema, as ilustrações de Kishimoto, presentes em todos.

A primeira publicação, escrita por Akira Higashiyama, foi o Kakashi Hiden: Relâmpago no Céu Gelado, que narra a história do famoso ninja antes de ser nomeado Sexto Hokage.

Seguindo a ordem cronológica da história, fomos apresentados ao Shikamaru Hiden: Uma Nuvem se Acumulando na Escuridão do Silêncio, escrito por Takashi Tamo, em que trás o inteligente ninja em uma perigosa missão ao País do Silêncio.

Logo em seguida, temos as histórias de Sakura e o Casamento de Naruto e Hinata. Escrita por Tomohito Osaki e intitulado Sakura Hiden: Pensamentos de Amor, Montando sobre uma Brisa da Primavera, nos mostra a ninja médica sofre com a ausência de Sasuke, enquanto tem que lutar para que seus planos de manter um hospital, especializado em traumas infantis, não sejam engolidos por uma tramoia interna na Vila.

Enquanto a história de Konoha Hiden: O Dia Perfeito para um Casamento, escrita por Sho Hinata, conta a árdua missão do Hokage de deixar a Vila segura enquanto o casamento de Naruto se aproxima.

O quinto livro, Gaara Hiden: Uma Miragem de Tempestade de Areia, escrito por Ukyo Kodashi, conta a história do Kazekage sendo pressionado a se casar e gerar herdeiros enquanto lida com assuntos relacionados ao futuro da Vila.

E por último, temos o Akatsuki Hiden: Flores Malignas em plena Florescência, escrita por Shin Towada. A história se inicia com um Prólogo de Sasuke, mas continua narrando contos dos membros da Akatsuki.

Fotos: Divulgação

Adaptações

Para aqueles que acompanharam o anime Naruto, disponível no Crunchyroll, podem estar familiarizados com ao menos dois dos livros, o Konoha e o Shikamaru Hiden, que foram adaptados para a animação. Mas uma questão que alguns fãs devem estar se perguntando é sobre o conto de Sasuke, também adaptado para o anime, e porque ele não está na lista de Hidens.

A verdade é que a história de Sasuke está dentro de uma série à parte no Projeto Naruto. Intitulado “Naruto Shinden” (Verdadeira Lendas de Naruto). Escrito por Shin Towada, o conto de Sasuke narra como anda sua vida após a Guerra Ninja e sua missão fora da Vila.

No Brasil, quatro dos Hidens já foram traduzidos e publicados pela Editora Panini.

Foto: Divulgação