Coleção Tudo Bem Não Ser Normal

20/04/2021 - POSTADO POR como ganhar no fortune rabbit EM HQs/Livros

O drama coreano Tudo Bem Não Ser Normal (It’s Ok Not to Be Ok, no original) foca na história de três personagens: Moon Gang-Tae (Kim Soo-hyun), um cuidador especializado em pessoas com transtornos, Moon Sang-Tae (Oh Jung-se), seu irmão mais velho altista, e Ko Moon-young (Seo Ye-ji), uma escritora infantil com tendências sociopatas.

O título está disponível pela Netflix aqui no Brasil, e o sucesso foi tanto, que a Intrínseca decidiu lançar os livros físicos, que na trama são escritos pela personagem Ko Moon-young. A editora nos enviou exemplares das obras já lançadas e nós viemos trazer para vocês um aval a respeito desses contos de fadas infantis, mas que tem muito mais a dizer. Confere só!

O Menino que se Alimentava de Pesadelos

O primeiro livro que aparece, também é o título do primeiro episódio – na verdade, todos os episódios do k-drama são títulos de contos de fadas. Ele fala sobre um menino que tinha muitos pesadelos, e com medo deles, faz um trato com uma bruxa: de garantir ser apenas feliz até os 20 anos de idade, se ela retirasse todas as lembranças ruins e pesadelos dele. 

O trato é feito, mas adulto, aquele menino se sente amargurado com a bruxa porque ele não conseguiu ser feliz. É então que chega a lição do livro, pois ela lhe explica que são as lembranças ruins que nos permitem crescer.

O livro traz uma importante reflexão para quem o lê: nem tudo na vida é feito de felicidade. É uma moral não apenas direcionada a crianças, mas também a adultos, trazida de uma forma bem simples para explicar as coisas ruins que acontecem no decorrer da vida e a importância delas.

Imagem: Divulgação

Criança Zumbi

Este outro livro também possui o próprio episódio, e é bastante comentado por conta das ilustrações que são propositalmente mais obscuras. Na narrativa, uma mãe tem uma criança com a aparência bastante diferente e que é esfomeado. Com medo de que os demais o vissem, ela o esconde e o alimenta com diferentes animais todos os dias e horas. 

Mas por conta de uma praga, ela não vê outra alternativa a não ser começar a dar partes de si mesma para a criança. Até que em momento não sobra nada e pela primeira vez, o filho vai até ela, descobrindo o calor da mãe, que nunca havia se aproximado dele antes. Há diversas morais nesse conto, e por isso é o mais trabalhado no drama.

Começando pela aparência da criança, que era diferente das demais, e por isso mantinha a mãe afastada. A própria nunca demonstrou interesse em conhecer seu filho, apenas o alimentava e escondia, achando que aquilo era amor o suficiente

Depois, temos o da criança esfomeada, que nada mais fazia a não ser pedir, nunca dava. Também há o medo de sermos julgados pelos demais por sermos diferentes. E por fim, o relacionamento que há entre um filho e a mãe, será que a criança queria mesmo comida ou apenas o amor da mãe? No final é um livro bastante complexo para ser tratado apenas como infantil.

Imagem: Divulgação

O Cão Alegre

Mesmo com as cores mais alegres entre todos os livros, este conto fala a respeito de um cão que chorava todas as noites porque estava preso, e brincava e sorria para as crianças todos os dias. A verdade era que o cãozinho queria se libertar e fugir dali, para poder correr entre as flores da primavera, mas não sabia e nem lembrava como.

Essa narrativa também traz uma moral para adultos, que muitas vezes se esquecem de como sair de uma situação que apenas os deixam infelizes, mas que gera um breve contentamento para os demais. Também pode ser encarada para aqueles que choram por não conseguirem parar de agradar os outros, mesmo se sacrificando.

O lado positivo desse conto, é que ele vem com uma solução: você mesmo possui a força para se libertar dessa situação, basta lembrar como.

Imagem: Divulgação

Sobre as publicações

Os livros na verdade são escritos por Jo Yong, roteirista do drama, e ilustrados por Jam San. Eles conseguem se encaixar com perfeição na narrativa de Tudo Bem Não Ser Normal, que vai falar não apenas sobre romance, mas principalmente no relacionamento entre pessoas, e que todo mundo não é normal da sua própria maneira, já que todos nós carregamos algum tipo de trauma.

Os livros são recomendados para todas as idades, para que de alguma forma a pessoa que estiver lendo possa compreender a profundidade das lições que eles o trazem e serem confortados.

Além disso, a Intrínseca também irá publicar em breve os dois últimos livros apresentados na história: A Mão e o Tamboril e A Busca da Feição Real. Ambos estão em pré-venda no momento e serão lançados oficialmente no dia 14 de maio.