Veredito de Um Lugar Bem Longe Daqui

14/09/2022 - POSTADO POR EM Filmes
Post thumbnail

Baseado em um livro de mesmo nome, o filme Um Lugar Bem Longe Daqui, está nos cinemas brasileiros, e nós do Roteiro Nerd viemos trazer nossa percepção sobre. Dirigido por Olivia Newman (Minha Primeira Luta), o longa ainda tem Reese Witherspoon como produtora executiva.

A garota do brejo

O longa vai narrar a história de Kya Clark (Daisy Edgar-Jones), uma garota que viveu sua vida toda com medo de se aproximar das pessoas. Ela foi abandonada, na casa do brejo, pela própria família, que devido aos abusos do pai alcoolista e ex-militar, não aguentava mais a situação.

Crente do retorno de sua família, a garota cresce graças à sua própria força, e com a ajuda do casal Mabel (Michael Hyatt) e Pulinho (Sterling Mace Jr), que lhe dá um pequeno suporte para alimentação e vestimentas.

Mesmo com essas dificuldades, “A Garota do Brejo”, como Kya é conhecida pelas pessoas da cidade, acaba se envolvendo com um jovem da cidade, que posteriormente morre de forma misteriosa. Isolada e sozinha, nos anos 70, cabe agora à garota ajudar seu advogado a provar sua inocência.

Imagem de divulgação de Um Lugar Bem Longe Daqui

A força da mulher

A protagonista é um retrato dos possíveis abusos que uma mulher pode sofrer em um mundo apenas por ser diferente. Nenhum dos moradores da cidade se importavam como o pai de Kay tratava sua família, até que ela é deixada sozinha, e isso a torna vulnerável a qualquer coisa, até mesmo ser presa por um crime que não há qualquer prova de seu envolvimento.

Mesmo que o filme não traga nenhuma grande novidade em termos técnicos, e que fiquemos confusos perante a ordem das cenas e erros básicos de figurino, não há como negar como a força da mulher, e seu papel na sociedade, acaba trazendo uma qualidade na sua narrativa. 

A atuação dos demais atores é completamente engolida pela protagonista, Daisy Edgar-Jones, mais conhecida pela minissérie Normal People (2020). A jovem atriz possui diversas cenas fortes dentro da narrativa, e nos faz muito bem ter empatia e até mesmo torcer por sua liberdade.

Imagem de divulgação de Um Lugar Bem Longe Daqui

Veredito

O filme Um Lugar Bem Longe Daqui busca um público empático a causas sociais, e como uma mulher independente, pode causar medo e raiva perante um mundo machista e que ainda acha necessário que sejamos obrigadas a aceitar ações, sem que busquemos reações.

A recomendação é para quem gosta de boas adaptações de livros, e que goste de narrativas com mulheres fortes e que crescem perante os desafios em seu caminho.

Pontos positivos:

  • Boa adaptação
  • Protagonismo feminino
  • Qualidade narrativa

Pontos negativos:

  • Ordem confusa de cenas
  • Erros de figurino

NOTA: 8.5