Veredito de As Marvels

14/11/2023 - POSTADO POR pin-up casino EM Filmes

As Marvels finalmente chegaram ao cinema esse mês, trazendo para as telonas a mais nova produção da Fase 5 do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). Com direção de Nia DaCosta (Candyman), e roteiro de Megan McDonnal (Wandavision) com Elissa Karasik (Loki), o longa é produzido pela Disney e estrelado pela vencedora do Oscar Brie Larson. Nós conferimos o filme e você confere o veredito a seguir.

Trocas

O filme tem como ponto de partida os Kree em busca de algo valioso em um planeta inabitável. Ao encontrar o ornamento, Dar-Benn (Zawe Ashton) percebe que o par do objeto está faltando, mas mesmo assim ele é capaz de abrir um portal interdimensional que aciona os detectores da S.A.B.E.R., organização liderada por Nick Fury (Samuel L Jackson) junto aos Skrulls no espaço.

Sabendo da anomalia, Fury envia Carol Danvers (Brie Larson) para verificar a situação, ao mesmo tempo que a Capitã Mônica Rambeau (Teyonah Parris) desvia de uma missão após perceber um portal aberto no espaço, e simultaneamente, Kamala Khan (Iman Vellani) sente seu bracelete sendo acionado. Por todas as três terem seus poderes ligados a luz, uma conexão é feita, e elas passam a trocar de lugar sempre que seus poderes são acionados.

A situação não podia ser pior para elas, que, além do perigo iminente, não possuem familiaridade alguma com o cotidiano uma da outra. Por isso, elas precisam se juntar para descobrir o que ocasionou essa troca e corrigir a anomalia que ainda as acompanha.

Imagem: Divulgação

Aniquiladora

A Capitã Marvel que conhecemos é uma das heroínas mais poderosas da galáxia. Inteligente e objetiva, a personagem possui poderes quase ilimitados como resultado de  um acidente. Nesse filme, porém, vemos um outro lado da protagonista.

O roteiro nos trás uma personagem falha, que cometeu e continua sendo passível de erros, tendo que viver com as consequências destes. Um desses erros lhe rendeu o codinome de “Aniquiladora” por uma raça inteira, os Kree. Quem vem acompanhando o universo da Marvel, compreende muito bem o motivo desse apelido, já que está ligado diretamente ao primeiro filme da Capitã. Contudo, passamos a ver também o outro lado dessa ação.

Quando Danvers aniquila a Inteligência Artificial que controla o planeta dos Kree, ela gera uma Guerra Civil na população, e o planeta começa a morrer rapidamente. Desesperados, os Kree vão em busca dos recursos de outros planetas, e dessa forma a história ganha não apenas uma crítica social, mas também uma maior profundidade ao seu roteiro.

Imagem: Divulgação

Fórmula

Já conhecida entre os fãs, a “fórmula Marvel” pode ser observada na maior parte dos títulos da franquia. Dessa forma, quem assiste aos filmes de forma religiosa já sabe o que esperar, e atualmente esse é o maior problema que a companhia vem enfrentando.

Não há nada de novo no filme, e talvez por isso os novos diretores e roteiristas tenham tido maiores possibilidades de brincar com a fórmula. As Marvels traz cenas que podem surpreender positivamente os fãs quando estes percebem o que está acontecendo (sim, estou falando do musical). Ninguém pode negar que a Marvel vem tentando arduamente salvar sua reputação, só ainda não sabemos exatamente como.

Imagem: Divulgação

Veredito

Se você está achando que As Marvels vai trazer os filmes de herói ao patamar que adquiriu nos últimos anos, baixe suas expectativas. O filme é ok, com uma direção decente, e um roteiro que traz algumas esperanças (quando não, certo?), no máximo.

A atuação e a dinâmica das protagonistas é um tanto nova, mas não quer dizer que não traga carisma. Os momentos de fangirl de Kamala, são sem dúvidas, os de maior leveza que o filme precisava. Um filme de herói feito para mulheres e por mulheres ainda tem muito chão para caminhar, mas As Marvels acerta, e muito, quando se trata de nos dar esperanças ao futuro do MCU nos cinemas, principalmente com a cena final, que fecha mais uma fase do Universo, e a cena extra, que já nos dá o pontapé para a fase seguinte.

Pontos Positivos

  • Nova perspectiva sobre a Capitã Marvel
  • Dinâmica das protagonistas
  • Direção competente
  • Crítica social

Pontos Negativos

  • Fórmula Marvel cansada
  • Problemas de ritmo

Nota: 8