Veredito com spoilers de Homem-Aranha 3: Sem Volta Para Casa

16/12/2021 - POSTADO POR EM Filmes

SIM, VAI TER SPOILERS. Não há como fazer um Veredito de um dos filmes mais aguardados do ano pros viciados em cultura geek/pop e não entregar algo, por isso, já venho deixando claro que essa matéria irá trazer para vocês algumas questões que talvez só estejam preparados para assistir, e não ler. Mesmo assim, não podíamos deixar de entregar para vocês uma opinião de Homem-Aranha 3: Sem Volta Para Casa.

Inimigo público

O filme inicia exatamente onde Longe de Casa se encerrou. Com a identidade secreta do Homem-Aranha sendo revelada para o mundo todo e suas consequências imediatas, ou ao menos o que se espera delas; Polícia, Mídia e aproveitadores. Tudo isso acontece enquanto Peter ainda tem que balancear sua vida pessoal: família, amizade, namoro e faculdade.

Se tornar o inimigo número não é o que ele esperava, ou qualquer um próximo a ele, pondo em perspectiva tudo o que o garoto passou, mas há quem queira ganhar uma grande vantagem com isso. J.J. Jameson, um personagem já conhecido do universo aracnídeo, parece ser um dos maiores beneficiários financeiros, mesmo que seja Peter a pessoa mais famosa do mundo, trazendo consequências pesadas para seu futuro e para a trama do filme.

Um pequeno favor

O que parece ser um pequeno favor, se torna um desastre sem precedentes, quando Peter acaba atrapalhando Stephen Strange em um feitiço simples de memória, no qual exige que pessoas específicas esqueçam sua identidade secreta. Dali, o multiverso começa a se romper, e o feitiço sai pela culatra, quando pessoas que conhecem a identidade de Peter passam a vir para sua dimensão.

Confuso com a situação, mas certo do que tem que fazer, o protagonista aceita a ideia de Stephen de aprisionar os vilões, até descobrir o futuro deles, e então, seu objetivo passa a ser moral. Se preocupando em ajudá-los, Peter vai contra Strange o que gera ainda mais problemas para todos, dessa vez, pessoais, perdendo alguém indispensável em sua vida.

Imagem: Divulgação

Já dizia Britney

Nem tudo na vida se precisa fazer sozinho, e com a ajuda de alguém inesperado, o momento mais aguardado (talvez em muito tempo dentro do Universo da Marvel no cinema) acontece, e como já dizia Britney: One, Two, Three. Não há como descrever, só quem viveu vai realmente saber, e mesmo contando parece inacreditável que a Marvel foi capaz de realizar um feito desses, fazendo total sentido para a história e amadurecendo do personagem, que precisava de uma rede de segurança e apoio já a algum tempo, e não apenas para agradar a sua fanbase. E isso é importante ressaltar.

A quebra da barreira e a entrada do multiverso de forma efetiva na história é algo que, nós como fãs, não podíamos deixar nunca de sonhar vendo acontecer nas telas de cinema, e mesmo que já tivesse acontecido nas séries, ver os personagens e histórias dos outros filmes voltarem para as telas, nunca vai deixar de ser excitante. E Peter, como um bom estudante, parece saber lidar melhor do que nós com a realidade dele, devo salientar.

Imagem: Divulgação

Veredito

Enquanto escrevo a matéria, não faz nem uma hora da minha saída do filme, e posso dizer com tranquilidade que Homem-Aranha 3 excede as expectativas, deixa quem assiste feliz, e entrega realmente tudo para os fãs e mais um pouco. Os atores possuem uma química invejável, com um elenco de peso que, em qualquer momento, deixa cair alguma qualidade do material e se há defeitos, são coisas tão adeptas dos personagens e contexto que faz sentido estarem presentes.

O filme não tenta inventar a roda, mas com isso, entrega um sucesso de novo e também uma nova matéria-prima. Efeitos especiais indescritíveis (apesar de pequenos defeitos nos CGI), um roteiro que tem brecha para críticas porque se baseia, novamente, no Peter meter os pés pelas mãos, mas que pararmos para pensar, o Homem-Aranha é assim, e isso faz com que a história se torne fiel ao personagem, e elementos de tudo de melhor que a Marvel pode pode proporcionar; humor, ação e comoção.

Há duas cenas pós-créditos no filme, e elas valem a pena serem conferidas, assim como o filme todo, na verdade. Não há nada que se queira deixar passar em Sem Volta Para Casa, com atores como Williem Dafoe e Alfred Molina no elenco.

Pontos positivos:

  • Roteiro
  • Elenco e Personagens
  • Efeitos especiais

Pontos Negativos:

  • Tá de brincadeira?

Nota: 10