Veredito da 5ª temporada de My Hero Academia – Boku No Hero

03/11/2021 - POSTADO POR EM Animes / Mangás
Post thumbnail

Mais uma temporada do anime de My Hero Academia – Boku No Hero, disponível na Crunchyroll, chegou ao seu fim. Com isso nós decidimos trazer para vocês o veredito desta quinta parte da produção. Confira!

ATENÇÃO! O TEXTO A SEGUIR CONTÉM SPOILERS DAS TEMPORADAS ANTERIORES DE BOKU NO HERO.

Competição entre classes

Dando início à temporada, a Turma A do Departamento de Heróis da escola começa essa fase com uma competição contra a Turma B. Simplificando, é uma brincadeira de policia e ladrão, com regras bem fáceis. Se mais da metade do time for posto na cadeia, eles são os vilões e perdem a partida, e quem os prendeu será a equipe de heróis. Todos podem usar seus poderes da maneira que desejarem, já que haverá professores monitorando a prova.

Contudo, um time de cada sala, escolhido aleatoriamente, terá um estudante a mais. Isso acontece pois Hitoshi Shinso, da turma C, está realizando uma prova interna para mudança de turma e para o Departamento de Heróis. As dúvidas são: ele conseguirá passar no teste? E qual turma seria sua nova classe?

No decorrer do processo, no entanto, há diversas novidades acontecendo entre os personagens, e um desenvolvimento impressionante para alguns, mesmo que nem todos. O que acontece há um tempo na história, já que é comum sempre trazer os coadjuvantes no início da temporada e mostrar uma evolução mínima deles, enquanto há apenas uma real transformação para o núcleo protagonista.

Imagem: Divulgação

Estágios práticos

Enquanto em temporadas passadas alguns personagens tiveram estágios mais teóricos, visto que ainda não tinham licenças provisórias de heróis, nesta temporada somos agraciados por estágios mais práticos, acompanhando principalmente o núcleo protagonista.

Uraraka e Tsuyu vão treinar com Ryukyu e acabam ajudando Selkie, antigo estágio de Tsuyu, em uma missão de relativa importância para a história. Mas o foco real dessa segunda parte da temporada acaba sendo em Midoriya, Bakugou e Todoroki, que irão receber treinamento de Endeavor.

Dessa vez, a história tenta nos mostrar o cotidiano do, agora, herói nº 1 do mundo, enquanto tenta, de forma rasa, reconstruir um relacionamento com sua família.

Essa parte traz cenas que pouco desenvolvem o trio de estudantes, porque ela tenta, mais uma vez, buscar formas de absorver o passado de Endeavor para que quem assiste tenha uma empatia pelo herói. Mas novamente falha, mesmo que agora tenhamos um pouco mais de informações a respeito da família de Todoroki e um crescimento tático dos estagiários.

Imagem: Divulgação

A evolução da Liga dos Vilões

A principal relação das duas partes anteriores da temporada chega a uma conclusão quando somos apresentados ao que Hawks anda fazendo em seu jogo de espionagem com a Liga dos Vilões. Também vemos o que a própria Liga anda tramando depois do desastre com a Yakuza, juntamente com a captura de All for One e Kurogiri.

Essa parte é o real desenvolvimento da temporada inteira, para ser honesta, em termos de evolução da história de forma palpável. Isso acontece porque, não apenas vemos o que os principais vilões estavam fazendo enquanto os heróis treinavam, mas também porque somos, finalmente, apresentados ao passado completo de Tomura, agora líder da equipe.

Imagem: Divulgação

Veredito

A quinta temporada de My Hero Academia – Boku No Hero inicia de forma promissora, mas se torna morna demais no meio dos episódios e só vai ganhar força novamente quase em seu final. Dessa forma deixa, novamente, quem apenas acompanha o anime apenas querendo mais por conta desse toque de esperança, mas que é frustrante.

Midoriya, infelizmente, acaba entrando no hall dos heróis que desenvolvem um poder novo de forma rasa. Rapidamente ele passa a ter total habilidade em cima deste, sem qualquer tipo de explicação ou treinamento específico. O que se torna bastante frustrante, visto que passou mais de três temporadas tentando nivelar sua força, mas menos de uma temporada para aprender essa capacidade inédita. 

Além disso, fica bastante claro que há personagens que já deveriam ter sido jogados para escanteio, já que o seu principal foco na história é ser menos que um coadjuvante. Assim como também é importante voltar a atenção para aqueles que podem acrescentar mais no desenvolvimento do protagonista e sua história.

Pontos positivos

  • Presença de personagens novo relevantes
  • Importância dos vilões
  • Desenvolvimento de personagens e histórias

Pontos negativos

  • Continua tentando passar pano pra agressor
  • Meio da temporada frio demais
  • Erro de desenvolvimento do protagonista

NOTA: 6.5