Lista: 5 curiosidades sobre Shaman King

15/08/2021 - POSTADO POR EM Animes / Mangás
Post thumbnail

O remake do conhecido anime Shaman King finalmente estreou na Netflix Brasil, que disponibilizou a primeira temporada em sua plataforma. Por isso, o Roteiro Nerd listou cinco curiosidades sobre a produção para quem está ansioso para saber mais a respeito dessa obra. Confira!

1.  Ele vai vencer… Dessa vez?

Como alguns já devem saber, o anime que está na Netflix é na verdade um remake do original de 2001, que era parte da programação da antiga Fox Kids, canal de TV à cabo no Brasil. 

O anime originalmente possuía 64 episódios, e chegou até mesmo a ser transmitido na TV Globo por um brevíssimo período de tempo, mas sofreu bastante censura devido a sua temática. Com o remake, a história já muda de figura: a animação passará a ter um total de 52 episódios e buscará maior fidelidade ao mangá.

Imagem: Divulgação

2. Cultura do cancelamento

Falando em ser fiel, não é que a primeira versão não tenha sido e por isso surgiu o remake. O caso é que, na verdade, o anime original seguiu o mesmo caminho do mangá: o do cancelamento

Na época que Shaman King foi lançado na Shounen Jump, a cultura da empresa era: ou você era um sucesso de vendas ou rua, e o título infelizmente foi engolido por nomes como Naruto e One Piece (que estrearam na mesma época), e por isso o mangá original não possui um final – e nem seu anime.

Imagem: Divulgação

3. Vai dar tudo certo

Mas nem tudo ficou perdido. Anos depois, o autor Hiroyuki Takei teve a chance de dar um final digno a sua obra pela editora da própria Shounen Jump, a Sueisha, e em 15 capítulos o mangá de Shaman King foi finalizado, e relançado em uma edição especial. 

Essa edição, inclusive, está sendo lançada pela JBC no Brasil, e serviu de base para o roteiro do remake. Por isso devemos ter uma adaptação completa agora. 

Imagem: Divulgação

4. Anime vs mangá

E afinal, a história do anime original é tão diferente assim? A resposta é: mais ou menos. Quem leu o mangá sabe o quanto a primeira adaptação foge dele quando é conveniente. E isso acontece tanto que chega a ser comum, mas Shaman King teve seus motivos especiais. 

Muitos personagens e enredos foram colocados de lado para levar a história com um final aberto que deixasse os fãs felizes (o que de fato aconteceu).

Imagem: Divulgação

5. E ainda tem mais

Shaman King pode não ter tido o mesmo nível de sucesso que seus contemporâneos na Shounen Jump, mas nem por isso quer dizer que seus fãs o deixaram de lado. A história possui pelo menos duas outras variantes após seu final, ambas focadas no filho de Yoh, Asakura Hana

A primeira, intitulada “Funbari no Uta” narra uma série de contos curtos, em que Hana busca os amigos de seu pai para a inauguração da Pousada Funbari. Já a segunda história, nomeada “Shaman King Flowers“, nos leva para um outro nível de luta Xamã, em que Asakura Hana será o responsável por defender o nome de sua família. Nenhum dos títulos foi publicado no Brasil ainda.

Imagem: Divulgação