Veredito do livro Iluminadas

04/07/2022 - POSTADO POR EM HQs/Livros
Post thumbnail

Quem não gosta de um bom mistério? Iluminadas (2014), escrito por Lauren Beukes e publicado pela editora Intrínseca, é um livro que mistura suspense e investigação – e que deu origem a uma série homônima no streaming Apple TV+ recentemente. Conferimos a obra literária e vamos contar nossas impressões.

Enredo

Kirby Mazrachi é uma moça que teve a vida destruída após um ataque brutal que a deixou cheia de traumas e ansiedade. Infelizmente, ela não consegue superar o acontecimento e vai atrás da única pessoa que possivelmente pode ajudá-la, o ex-repórter investigativo especializado em casos policiais Dan, já que ele acabou cobrindo seu caso. Se as investigações já não estivessem suficientemente difíceis, eles descobrem que o responsável pelo crime é um viajante do tempo chamado Harper Curtis que persegue meninas “iluminadas” em diferentes épocas.

O enredo é bem interessante à medida que vai mostrando pistas para a solução do mistério, e também cria um clima de grande tensão quando a trama vai avançando. Infelizmente, ele se alonga demais em alguns detalhes não tão relevantes e o desfecho acaba surpreendendo por ser tão óbvio que é possível imaginar tal acontecimento.

A riqueza de detalhes de algumas cenas mostradas no livro ajudou (e muito) na criação do roteiro da minissérie Iluminadas (2022), da Apple TV+. A transposição natural da narrativa para a tela demonstra que alguns livros nasceram para serem adaptados para obras audiovisuais.

Imagem: Divulgação

Minissérie X Livro

A minissérie Iluminadas conta com um elenco de peso, sendo protagonizada por ninguém menos que Elizabeth Moss, que vive a atormentada Kirby, e Wagner Moura, que dá vida ao repórter Dan. Moss já mostrou um talento incrível para interpretar mulheres fortes mas que infelizmente passaram por grandes sofrimentos, enquanto Wagner consegue se reinventar mais uma vez em um papel completamente diferente dos que já havia interpretado em sua carreira. Além disso, o brasileiro demonstra domínio e fluidez com o inglês.

Como já dito no tópico anterior, os detalhes do livro ajudaram bastante nos roteiros dos episódios, mas se engana quem pensa que a adaptação é uma cópia perfeita. Não irei me aprofundar em detalhes pois seria um spoiler, mas de antemão está muito ligado a forma como os episódios são conduzidos, que aparentemente são confusos, mas só exigem um pouco de atenção ao assistir.

Podemos dizer que o livro e a série caminham lado a lado, sendo duas faces da mesma moeda. Os produtos acabam se complementando de várias maneiras, uma vez que há cenas que são bem mais legais vistas que lidas ou vice-versa, e que acrescentam novas dimensões aos acontecimentos.

Imagem: Divulgação

Veredito

Iluminadas é um livro muito interessante, porém ele é um pouco diferente dos outros lançados pela autora, principalmente porque, nesse, aparentemente, ela decidiu experimentar mais e deixar sua criatividade a levar por caminhos bem arriscados, que nem sempre podem agradar o leitor.

A narrativa é cheia de suspense, mas da metade para o final, o livro perde um pouco do ritmo e se torna um pouco lento, o que pode fazer com que o leitor acabe abandonado a história. Entretanto, o desenvolvimento dos personagens é bem interessante e talvez seja o principal ponto positivo do livro.

Por fim, vale destacar que a trama de Iluminadas é bem inovadora e ousada. A forma como ela é conduzida também é algo a ser louvado, já que, apesar do desfecho óbvio, é necessário que o leitor esteja bem atento durante todo o livro para perceber o rumo que as coisas irão seguir.

Pontos Positivos:

  • Plot interessante
  • Bom desenvolvimento de personagens

Pontos negativos:

  • Ritmo lento no final da trama
  • Resolução óbvia

Nota: 8,5