Veredito de Arremessando Alto

19/06/2022 - POSTADO POR EM Filmes
Post thumbnail

Quem defende que o Adam Sandler atua mal e só faz filme de comédia precisa conhecer melhor a filmografia do artista. 

Arremessando Alto, novo longa da Netflix, produzido por LeBron James e dirigido por Jeremiah Zagar, será lembrado como mais uma obra em que o veterano ator mandou bem. Vamos entender porquê.

O toque de Midas

Stanley (Sandler) trabalha observando potenciais jogadores de basquete pelo mundo (o famoso olheiro) para levá-los ao Philadelphia 76ers, equipe que disputa a NBA, maior competição de basquete do globo. Em uma viagem à Espanha, descobre o jovem Bo Cruz (Juancho Hernangomez) e vê nele um futuro fenômeno. 

Até para quem não acompanha esportes, é uma trama bem comum: convencer o rapaz de que ele tem muita habilidade e que pode ser melhorada, mas longe de casa, sob dúvidas de outros profissionais experientes da área. 

E esse é o trabalho de Sandler aqui, como personagem e como ator: vender a qualidade da obra. Felizmente, ele consegue. A cada cena de treinamento, de discussão, de maiores emoções, é cristalina a sua empolgação pelo basquete. 

Trazer essa paixão à tela torna o trabalho de todos mais fácil, pois a peça-chave do filme, Sandler, impulsiona a produção a entregar o melhor que podem, como ele faz. É bonito de ver.

Imagem: Divulgação

Diferencial técnico

Montar um bom filme esportivo é desafiador pois, muitas vezes, quem atua não é atleta profissional. Para mascarar isso, o trabalho de montagem deve ser ainda mais dinâmico e cuidadoso no intuito de manter o ritmo necessário. Em Arremessando Alto, isso não é problema.

Tobias Harris, Anthony Edwards, Kyle Lowry Tyrese Maxey, Matisse Thybulle, Boban Marjanović… São vários nomes de peso da NBA presentes no filme, facilitando o trabalho de direção e de pós-produção com lances incríveis que crescem pelas lentes de cinema. 

Trazer tanta qualidade para as quadras nas gravações foi uma excelente jogada de marketing, aproximando o público fanático pelo esporte.

Imagem: divulgação

Veredito

Usar uma história batida de superação em filmes esportivos não é demérito. A forma como ela é executada é o que importa. Enquanto Sandler manda bem como o fio condutor, Hernangomez, que interpreta a revelação Bo, tem dificuldades para se expressar na frente das câmeras.

O jogador espanhol, em seu 1º longa, joga para baixo cenas impactantes que demandam maior experiência em atuação. Nem o ótimo apoio de Sandler conseguiu salvá-lo dessa.

Apesar disso, Arremessando Alto se agarra na proposta de ser uma obra leve, praticamente um comercial enorme da NBA, e cumpre o papel. Para quem não curte esportes, a mediocridade é mais aparente, porém, para quem ama, é um bom filme.

Ah, e as “piadas” sobre futebol são péssimas. Aqui é Brasil, Sandler.

Pontos negativos

  • Atuação ruim de Hernangomez, peça fundamental do longa

Pontos positivos

  • Presença de jogadores profissionais de basquete aumentando o nível técnico da produção

NOTA: 6