Veredito de Digimon Adventure 2.0: O Início

09/12/2023 - POSTADO POR horario pagante fortune tiger madrugada EM Animes / Mangás

O filme de Digimon, intitulado Digimon Adventure 2.0: O Início, dá sequência aos acontecimentos do anime clássico, assim nós podemos ver o grupo de digiescolhidos mais velhos e vivendo mais um capítulo do mundo digital. Fomos conferir o longa, e viemos trazer nosso veredito. Acompanhe.

ATENÇÃO! A MATÉRIA CONTÉM SPOILERS DE DIGIMON ADVENTURE 2.0: O INÍCIO.

Digiescolhidos adultos

O anime oficial de Digimon 2.0 possui um final de ciclo para todos os personagens apresentados até aquele momento, diferentes dos demais. Nele, descobrimos o que cada digiescolhido resolve fazer da vida, e que sua ligação com os Digimons não tem nada a ver com a idade.

Pois bem, o longa inicia nos dando um panorama da vida de Davis, Ken, Inoue, Cody, T.K e Kari, junto de seus parceiros digitais. Em seus mais de 20 anos de idade, cada um está seguindo o início do futuro que escolheram. Nisso, um grande caos está acontecendo no mundo, começando em Tokyo.

Um enorme digitama (ovo de digimon) se instalou acima da Torre de Tokyo, enviando diversas mensagens pelo mundo, que ninguém é capaz de decifrar. Enquanto Izzy e Tai estão tentando dialogar com as nações através de acordos internacionais, Davis e os demais apenas observam, até que um rapaz aparece subindo a torre.

Imagem: Divulgação

Conveniências

Enquanto a qualidade das cenas e animações são um grande mérito da Toei Animation, é muito conveniente para eles esquecerem questões importantes dessa franquia de Digimon, que acaba sim sendo a mais lembrada pelos fãs.

Pontos trazidos em Digimon Tri são 99% esquecidos, sendo lembrados apenas por uma fala sobre a homeostase, enquanto a grande questão da história se volta para a origem da ligação entre os humanos e os digimons. Pergunta que ninguém havia feito até aquele momento, mas que ganha uma importância gigantesca aqui, e peca de forma pesada na entrega do roteiro.

Imagem: Divulgação

Público X Roteiro

O roteiro do filme não é o melhor trabalhado, já é necessário apontar isso desde o início. Mesmo que o flerte com o horror, em um dado momento, aumenta muito a qualidade da produção, é também importante ressaltar que Digimon Adventure 2.0: O Início, é um filme para, erroneamente, o público infantil.

Isso porque o público que conhece de verdade esses personagens já não é mais criança, por isso que, acompanhá-los em um momento adulto abre portas para o nostálgico, e a produção do filme acaba esquecendo esse fator importante para que se possa levar pessoas às salas.

Imagem: Divulgação

Veredito

Por ter um tempo limitado de tela, é compreensível a falta de elaboração de alguns assuntos. E mesmo que a nostalgia não seja o maior foco da produção, ela está presente nos detalhes entregues nas cenas, como a trilha sonora, Tai e Kari crianças e, Willis e seus digimons, em outro país.

Porém, não assista ao filme esperando que ele se torne canônico, porque ele mais abre perguntas do que as fecha, e esse, sem dúvida, é o maior defeito a ser observado no longa.

Digimon Adventure 2.0: O Início é um filme que promete muito, e só consegue, infelizmente, entregar um sentimento de falta de resolução embalado em com uma fina camada de nostalgia, terror e qualidade.

Pontos positivos:

  • Animação
  • Trilha Sonora

Pontos negativos:

  • Roteiro mal trabalhado
  • Foco no público “errado”

NOTA: 5/10