Mentiras Perigosas: assassinato e suspense

02/05/2020 - POSTADO POR EM Filmes

Você gosta de suspense policial? E de “Riverdale”? Pois é, esta é a promessa de “Mentiras Perigosas”, novo filme da Netflix dirigido por Michael Scott. Estrelado por Camila Mendes, o longa figura no top 10 do catálogo do streaming. Conferimos tudo e vamos contar nossas impressões.

O que esperar da história?

Katie (Camila Mendes) era estudante de medicina, mas se vê obrigada a largar tudo para trabalhar e dar oportunidade para que o marido Adam (Jessie T. Usher)  se destaque na carreira. O casal vivia de uma forma bastante modesta e feliz até acontecer um assalto na lanchonete onde a moça trabalhava. 

Após o crime, Katie passa a trabalhar como cuidadora de um idoso solitário, Leonard (Elliott Gould). Os dois desenvolvem uma amizade e ela se abre com o patrão, contando sobre seus problemas financeiros. Um dia, Katie encontra Leonard morto, aparentemente de causas naturais.

Durante o funeral do patrão e amigo, Katie descobre que herdou todos os bens do idoso, incluindo a casa luxuosa que ele morava. Tudo isso gera uma grande desconfiança na investigadora responsável pelo caso, que começa a suspeitar do casal.

Foto: Divulgação

Temos problemas sim!

Se você gosta de filme que envolva mistério, investigações ou suspense provavelmente já deve ter assisto “Entre Facas e Segredos” (2019). O longa é um exemplo de roteiro interessante, cheio de reviravoltas e muito bem sucedido. Ele consegue resolver todos os problemas levantados sem voltas desnecessárias ou subtramas, que só servem para atrapalhar o desfecho.

De volta a “Mentiras Perigosas”, temos um bom exemplo de algo a não ser seguido, é claramente um suspense de categoria C. Se existe uma coisa que filmes do gênero precisam ter é tensão e o lançamento da Netflix só consegue despertar impaciência. Até nos momentos que ele deveria gerar um friozinho na barriga, provavelmente só será possível sentir algo parecido com tédio, mesmo com apenas 1h37 de duração.

Diferente de “Entre Facas e Segredos”, que levanta questões importantes pro desfecho, o filme da Netflix deixa várias questões no ar. Na verdade, ele levanta pontos que não fazem o menor sentido e são solucionados de forma pobre. O longa saiu de “A” e queria chegar em “C”, só precisava passar por “B”, mas ao invés disso, ele passou por todas as outras letras do alfabeto antes de chegar ao destino.

O filme ainda assume um caráter um tanto racista, já que a todo momento reforça estereótipos, como sugerir que o personagem negro é o culpado ou que subestimar a protagonista descaradamente.

Foto: Divulgação

Veredito

Você deve estar pensando que não existe nada de bom no filme, porém a atuação de Camila Mendes, Elliott Gould e Jessie T. Usher estão excelentes! Eles realmente tentaram salvar o longa. 

O roteiro é muito mal feito, apesar de ter um argumento bem decente que poderia gerar um bom resultado. É muito triste de ver o desperdício de tempo na produção. Apesar de ir assistir sem nenhuma expectativa, sem sequer saber do que se tratava, o resultado foi muito decepcionante.

Pontos positivos

  • Curta duração
  • Boas atuações

Pontos negativos

  • Péssimo roteiro
  • Soluções de problemas fraca
  • Desenvolvimento problemático  

NOTA: 4