Veredito da 5ª temporada de Lúcifer

23/08/2020 - POSTADO POR EM Séries

Lúcifer, para quem não está familiarizado, era uma série original da FOX Channel, baseada nos quadrinhos homônimos da DC Comics, sob o selo da Vertigo, mas que seria cancelada em sua terceira temporada. Com o apelo dos fãs, a Netflix resgatou a série, e já a renovou para um sexto, e possivelmente, último ano.

A Netflix liberou nessa sexta-feira (21) a quinta temporada de Lúcifer, e nós já assistimos para trazer o veredito para você.

ATENÇÃO: O texto pode conter SPOILERS da série Lúcifer

Um Diabo de Irmão

A última temporada havia terminado com Chloe (Lauren German) se declarando apaixonada por Lúcifer (Tom Ellis) e ele voltando para seu trono no inferno, que estava desgovernado. Meses se passam em Los Angeles, onde todos tentam seguir com a rotina, enquanto milhares de anos continuam a entediar o protagonista em seu reinado. Até que Michael, o arcanjo, que ninguém havia comentado até o momento na série (mas que é o irmão gêmeo de Lúcifer) resolve querer se passar por ele.

Ao contrário do protagonista, Michael pode mentir e se diverte ao descobrir os maiores medos das pessoas, o que deixa os demais personagens confusos, se perguntando o que aconteceu com Lúcifer para que ele tenha mudado tanto.

O real objetivo de Michael se baseia em inveja e acaba se tornando bastante razo, então a mentira logo é descoberta, o que deixa quem está assistindo a série com esperanças na reviravolta – já que isso acontece no segundo episódio. Contudo, nós vemos o sonho de uma temporada instigante se desmanchar mais uma vez em promessas.

Foto: Divulgação

Romance e Plano de Fundo

Os episódios ficam focados no cotidiano dos personagens em resolver seus próprios problemas, que parecem fracos, além de terem perdido algo que os una. Nisso caberia o vínculo deles com Lúcifer, que está querendo resolver seus problemas amorosos com Chloe de uma forma desleixada e preguiçosa.

Amenadiel (D.B. Woodside) parece estar perdido dentro da série, assumindo um papel como pai e sendo utilizado como resolução para alguma dúvida celestial que Chloe possua. Linda (Rachael Harris) ganhou uma história pouco convincente para seu passado, assim como Maze (Lesley-Ann Brandt) , que adquiriu uma necessidade de conexão tirada de uma hora para outra. Ella (Aimee Garcia) e Dan (Kevin Alejandro) não possuem qualquer importância na temporada até seu episódio final, o que os fazem se tornar bastante entediante.

A temporada então tenta dar uma ênfase no romance entre Lúcifer e Chloe, sem entregar logo tudo de uma vez (mesmo que venha prometendo há 5 temporadas), arrumando argumentos sem qualquer profundidade para o antes e depois.

Foto: Divulgação

Inferno sem Profundidade

Michael se torna o “vilão” da temporada, misturando mentiras com verdades, e manipulando os demais. Contudo, mesmo que o roteiro seja bem feito em alguns pontos (enquanto em outros nem tanto), o personagem não é bem desenvolvido, o que torna tudo raso, até mesmo o final.

A temporada prometeu algo que não conseguiu entregar, uma outra visão de Lúcifer, para que pudéssemos talvez explorar céu e inferno, mas não há qualquer profundidade nessa questão. Tudo é entregue e explicado de forma “meia boca”, o que nos deixa curiosos e fartos ao mesmo tempo (afinal, é preguiça ou proposital?).

Foto: Divulgação

Veredito

A quinta temporada de Lúcifer possui várias reviravoltas muito boas para os episódios, mas não chega a entregar o suficiente para que a série sobreviva mais tanto tempo no ar. Os crimes explorados são cada vez mais bizarros (e eles até tentaram melhorar nesse sentido), mas conseguem ser esquecidos no meio de um roteiro também cada vez mais fraco – ainda que o desfecho seja forte o suficiente para nos deixar esperando a sexta temporada.

Pontos positivos

  • Lúcifer de Volta
  • Piadas bem feitas
  • Desfecho Chloe e Lúcifer
  • Bônus: A bunda do Tom Ellis

Pontos Negativos

  • Roteiro Fraco

Nota: 6.66