Veredito da 2ª temporada de The End of the F***ing World

26/11/2019 - POSTADO POR EM Séries

Com uma primeira temporada redondinha, uma fotografia inspiradora, trilha sonora perfeita e um final fora da curva, “The End of the F***ing World” pode ser considerada um sucesso. A história baseia-se na HQ homônima de Charles Forsman e tem um clima gostoso de road movie. Você pode ler nosso primeiro veredito aqui.

Depois das críticas positivas, a Netflix resolveu dar continuidade à história (que termina na hq), inserindo novos personagens e um futuro para as vidas de Alyssa (Jessica Barden) e James (Alex Lawther). O que será que aconteceu depois de toda a confusão com a polícia? Nós assistimos tudo e vamos te dizer o que achamos. 

Precisava de continuação?

Alô, Netflix, realmente tudo precisa ter mais de uma temporada? The End of the F***ing World simplesmente perdeu seu encanto durante o segundo ano. As fotos promocionais nos mostravam Alissa vestida de noiva e o pensamento geral era “meu deus, ela vai casar com o James”, mas, ao assistir, a decepção foi imensa. 

A inclusão de novos personagens tentou dar mais sentido a uma continuação da trama, mas apenas transformaram a série em um suspense de perseguição meia boca. O que é uma pena. 

Foto: Divulgação

Bonnie

A nova temporada nos mostra Bonnie (Naomi Ackie), uma garota/mulher de seus 25 anos (é difícil precisar) apaixonada por um certo professor assassinado na temporada anterior. Ela demonstra um interesse extremo em Alyssa e seu único objetivo é matar a garota. Outros crimes acabam acontecendo no decorrer da história. 

A personagem vai embora assim como veio, de supetão, e ficamos pensando que ela poderia ter sido melhor trabalhada. Uma pena. 

Foto: Divulgação

James e Alyssa

Depois de levar um tiro, James fica sem andar e passa por um longo processo de recuperação depois de sair do hospital – e ser liberado da prisão. A história recomeça quando ele consegue voltar à viver normalmente e um funeral precisa acontecer. 

Já Alyssa, ruiva novamente, muda de cidade e vai morar com a mãe em outra casa. Trabalhando num café ela conhece novas pessoas e parece amadurecer um pouco. 

Nessa temporada, os dois conseguem entender que se amam, o que é fofo, mas pouco construtivo para a narrativa que, novamente, deixa a desejar. 

Foto: Divulgação

Veredito 

A série poderia ter terminado na primeira temporada, e todos nós estaríamos felizes. Não há mal nisso, nem tudo precisa ter uma continuação. A fotografia continua bonita, mas como não há uma grande viagem nessa temporada, não temos paisagens. Os personagens principais se desenvolvem de uma forma mais madura, mas, ainda assim, fraca. 

Não sabemos se uma terceira temporada existirá, já que as questões criadas durante os episódios foram respondidas. No entanto, talvez exista pano pra manga se houvesse uma outra temporada contando mais sobre o relacionamento de Alyssa e James, mas nós realmente não sabemos se isso acontecerá.  

Pontos positivos

  • Trilha sonora

Pontos negativos

  • Personagens rasos
  • Pontos soltos 
  • Não tem nada que te prenda à trama 

Nota: 6