Verdade ou Desafio: O que esperar desse novo thriller?

27/04/2018 - POSTADO POR EM Filmes
Post thumbnail

O novo thriller da Blumshouse, “Verdade ou Desafio”, aposta em uma pegada mais adolescente do gênero, trazendo uma boa dose de romance e um elenco jovem famosinho, como Lucy Hale (“Pretty Little Liars”) e Tyler Posey (“Teen Wolf”). O filme estreou nesta nesta quinta-feira, 26 de abril, mas já assistimos e contamos tudo aqui!

Enredo

No último dia de suas férias de verão no México, um grupo de amigos é convidado por um estranho a jogar uma partida de  “Verdade ou Desafio” em uma igreja abandonada. Acontece que, ao iniciarem o jogo, eles parecem despertar uma força maligna que os força a permanecerem jogando, o que se mostra uma experiência mortal e intensa, da qual eles não podem escapar.

“Existem quatro regras: Assim que você é convidado, está dentro. Você tem que dizer a verdade, senão morre. Tem que cumprir o desafio, senão morre. Se desistir do jogo, morre.”

– Jason Blum

Foto: Divulgação

O Terror Adolescente

Em um primeiro contato com a obra, somos apresentados à uma história padrão e à interação bastante superficiais de um grupo de amigos.  Apesar das relações desse grupo serem o foco da narrativa, nada é muito desenvolvido, pois o jogo parece basear-se nos segredos que os rondam e nas suas relações amorosas e de amizade, para desenvolver as perguntas e desafios.

Olivia (Lucy Hale) não convence em seu protagonismo, mostrando-se uma personagem sem facetas ou dramas reais, que esconde o que seria um segredo tenebroso. O personagem de Tyler Posey, Lucas, também não demonstra profundidade, sequer, uma atuação expressiva. A relação dos dois é frígida e não se vende ao público. O resto do elenco em nada difere desse padrão, seguindo os já batidos estereótipos adolescentes do gênero. Isso impede o crescimento de qualquer sentimento empático do telespectador, que não se importa com a morte ou com as situações em que os personagens se encontram.

O clima de tensão não consegue alcançar o seu melhor, nem no clímax da trama, sempre perdendo boas oportunidades de desenvolver apreensão e possíveis jumpscares. O filme não envolve o telespectador nas cenas de terror e perde o tom inúmeras vezes, resultado de um roteiro fraco e de um longa que tende para uma narrativa bastante comum e sem inovações. Ele não surpreende.

“O filme não envolve o telespectador nas cenas de terror e perde o tom inúmeras vezes.”

– Aline Ramos

Foto: Divulgação

Veredito

“Verdade ou Desafio” é um filme que, por se levar a sério demais, não consegue criar uma identidade própria. Ele desperdiça boas oportunidades de desenvolver seu roteiro e personagens, mostrando-se mais uma obra adolescente de terror sem personalidade e alma, que não consegue, sequer, assustar ou entreter o telespectador. É uma trama frágil, com personagens irrelevantes e situações que tendem ao constrangimento.

É, assim, um longo que deixa a desejar em vários aspectos, pois ao tentar escapar do que seria um terror mais gore. Semelhante a franquia “Premonição”, a história tenta trazer um drama romântico e moral em seu background, buscando uma profundidade que não se alcança no produto final, fruto de diversas carências de roteiro e atuações. É fraco, repetitivo e muitas vezes desinteressante. O verdadeiro desafio é assisti-lo até o final.

“O verdadeiro desafio é assisti-lo até o final.”

– Aline Ramos

Foto: Divulgação