Os Farofeiros: Uma comédia tipicamente brasileira

09/03/2018 - POSTADO POR EM Filmes
Post thumbnail

Como o próprio nome já diz, “Os Farofeiros” é uma comédia com a cara do Brasil. O filme, que estreou nesta quinta-feira, 8, conta com um elenco de peso, como Maurício Manfrini, Cacau Protásio e Danielle Winits, e um humor tipicamente nacional, com situações bem divertidas.

Cilada

Quatro amigos de trabalho decidem alugar uma casa na praia para passar o Réveillon com a família, mas acabam se metendo em uma grande furada. O lugar, que deveria ser um oásis, próximo a praia, com uma casa confortável e bem equipada, é, na verdade, um lugar caindo aos pedaços, localizado em um lugar desconhecido e longe de tudo. Sem outras opções, as quatro famílias precisam passar por esse teste de convivência, para aproveitarem o feriado da melhor forma possível.

Direto dos bastidores

Em entrevista ao Roteiro Nerd, o roteirista do longa, Paulo Cursino, responsável por outros sucessos como “De Pernas Pro Ar” e “Até Que a Sorte Nos Separe”, contou que o filme busca reafirmar a importância de um cinema tipicamente nacional, mantendo o sucesso e o humor de seus trabalhos antecedentes. Também citou que grande parte de sua inspiração para “Os Farofeiros” vem do clássico da comédia “Férias Frustradas” (1983), do hilário Chevy Chase. Só que, desta vez, ele e o diretor Roberto Santucci buscam dar a obra uma ambientação tipicamente brasileira, com situações que qualquer pessoa que vive no país é capaz de se identificar, como o engarrafamento antes de um feriadão, uma praia lotada e uma grande furada.

Além disso, o filme mistura cenas de humor pastelão com críticas à alguns estereótipos da comédia nacional. Com destaque para uma cena em particular, onde se faz uso de uma metalinguagem bem colocada para trazer reflexões sobre a recepção do grande público às comédias brasileiras, questionando algumas reclamações que as pessoas costumam reproduzir – como o uso de palavrões, sexo e mulheres semi-nuas.

Veredito

Com atuações bastante performáticas e engraçadas, a interação dos atores em tela funciona muito bem na hora de criar situações divertidas para o público, com destaque para a dupla Cacau Protásio e Maurício Manfrini (o Paulinho Gogó), que fazem um casal hilário e tipicamente “farofeiro”. Além disso, o longa traz ótimas cenas de comédia, com piadas atuais e relacionáveis. Ele ainda se apega, lógico, a clichês do cinema nacional, mas tentam trabalhá-los com ironia, que nem sempre funciona efetivamente.

Por fim, “Os Farofeiros” é uma comédia que representa bem situações que poderiam acontecer com qualquer brasileiro, criando esse vínculo com o público. Tem seus defeitos, mas é, principalmente, divertida, relacionável e bem executada. Um ótimo entretenimento para a família e um ótimo espelho para o humor nacional.

Foto: Divulgação