Conheça os melhores mascotes dos games

13/08/2017 - POSTADO POR EM Jogos
Post thumbnail

Quando falamos de boas aventuras e desafios, é quase impossível não se lembrar daqueles companheiros que encontramos no meio de narrativas “eletrônicas”. Estamos falando dos “mascotes” presentes nos games. Com pelos, rabo ou asas, eles podem ser usados para criar estratégias incríveis nas batalhas ou apenas servirem como bons companheiros nas jornadas e aventuras. Não é à toa que gostamos muito de um dinossauro chamado Yoshi, presente na franquia “Super Mario Bros.”. Por isso, mostramos abaixo alguns amigos inesquecíveis dos jogos, como Chocobo, de “Final Fantasy”, e Trico, de “The Last Guardian”.

Trico

Pode até parecer mentira, mas quem diria que um dia nos apaixonaríamos por um cachorro gigante com traços de galinha? Ao lado de um garoto “desconhecido”, construímos uma amizade pura e sincera com Trico, um animal híbrido inspirado em seres mitológicos. Lidar com ele é como se relacionar com qualquer novo amigo – é necessário respeito e paciência. Juntos, os dois parceiros conseguem atravessar muitos obstáculos e desafios em “The Last Guardian” (2016), disponibilizado apenas para PlayStation 4.

Epona

Geralmente, sozinho em suas jornadas, Link, herói da franquia “The Legend of Zelda” (1986 – atualmente), encontrou em Epona uma chance para dividir grandes momentos de alegria e tensão. Afinal, a égua possui uma habilidade incrível de pular cercas e demais obstáculos que surgem no caminho de Link. Até “The Legend of Zelda: Twilight Princess” (2006), montar no animal tornava Link invulnerável e permitia que atropelasse os inimigos sem riscos. Porém, a partir da versão de 2006 o herói começou a receber danos enquanto cavalga.

Pegasus

Se todo mundo tem um mascote, porque um deus não teria? Kratos, de “God of War” (2005 – atualmente), ganhou um cavalo alado de asas flamejantes, chamado Pegasus, do titã Gaia em “God of War II” (2007). Pilotar a criatura mitológica pelos céus é uma experiência fantástica, pois além do gráfico incrível do jogo, você ainda precisa atacar uma horda de inimigos enviados por Zeus durante o caminho. Pena que o Pegasus fica a derivo no céu e vai em direção à morte.

Yoshi

Não sei vocês, mas quando falamos de mascote nos games, o primeiro nome que surge na nossa cabeça é o Yoshi, o dinossauro mais amado de todos os jogos, pela sua dedicação e lealdade ao Mario. Além de carregar você por aí, ele ainda come os inimigos e ganha poderes incríveis e variados dependendo de quem (ou o quê) devora. Yoshi estrelou no incrível jogo “Super Mario World 2: Yoshi’s Island” (1995), uma das maiores obras-primas de Shingeru Miyamoto. Após um tempo sumido, o mascote teve seu retorno em “Yoshi’s Wolly World” (2015).