Guerra Infinita: Quatro coisas que podem acontecer na sequência de Vingadores

20/04/2018 - POSTADO POR e EM Filmes
Post thumbnail

“Guerra Infinita” vem aí e separamos algumas expectativas para o filme mais aguardado do ano. Por isso, o Roteiro Nerd convidou o jornalista e crítico André Bloc para ajudar nessa missão de descobrir o futuro do universo Marvel. Se liga aí!

O titã louco chegou!

Nosso amante da Morte favorito vai, finalmente, pôr os pés na Terra. Mesmo quem só se liga nos filmes já fica arrepiado em pensar no poder de Thanos, o titã louco. Mesmo sem a manopla do poder, o arqui-vilão dos Vingadores (e dos Guardiões da Galáxia) é uma força a ser reconhecida.

Para começar, ele tem intelecto, força, reflexos, velocidade e vigor sobre-humanos. Como ele é um Eterno, ele é ainda imortal, tem um fator de cura acelerado e até uma quase completa invulnerabilidade. E o safado ainda tem poderes místicos! Telepatia, manipulação de energia e matéria, maldições, pode citar que o titanzão consegue desenrolar. Isso para não falar do “upgrade” da Manopla do Infinito, que quando completa, faz de Thanos um ser onipotente – ou seja, um poder infinito, divino.

O legal da “aterrissagem” de Thanos no Universo Cinematográfico Marvel™ é o foreshadowing que os filmes fazem deeeeeeeesde 2012. Sabe aquelas cenas pós-créditos, que interligam uma obra a outra e antecipam o que vem por aí? Foreshadowing. Já vimos o titã louco em “Os Vingadores” (2012), “Guardiões da Galáxia” (2014) e “Vingadores: Era de Ultron” (2015) – sempre de uma cor diferente.

Foto: Divulgação

O verdadeiro poder de Wakanda

Uma certeza que surgiu depois de “Pantera Negra” (2018) é que queremos “Wakanda para sempre” no cinema. O mais complexo e fascinante país fictício da Marvel pôs no chinelo a versão de Sokovia de “Vingadores: Era de Ultron” (2015).

Entre todos os acertos de “Pantera Negra”, Wakanda é um dos principais. É a cidade mais tecnológica que o subgênero de filmes de super-heróis já viu, mas, ao mesmo tempo, mantém a base fincada na milenar cultura africana. É fascinante ver o quanto os cinzas e arranha-céus espelhados ganham vida com temas tribais. Lá, vimos também a riqueza do figurino, que varia de acordo com a origem dos vários povos de Wakanda e, de certa forma, representam a riqueza e amplitude da cultura do continente africano.

Já nos trailers e antes mesmo do sucesso do filme solo do Pantera, a grande batalha que ocorre nas imediações do super-País dá o tom da expectativa. Talvez seja a chance de ver também os heróis americanos embasbacado com o avanço africano. Tem um quê de justiça poética nisso.

Foto: Divulgação

Quem vai morrer?

Acompanhamos o Universo Cinematográfico Marvel nos cinemas desde 2008, quando ainda era charmoso ver um milionário alcóolatra objetificar mulheres. O mundo mudou e a gama de personagem dos quadrinhos só aumenta – e pode crescer ainda mais agora que a Disney comprou as duas e pode mandar Marvel e Fox “fazerem as pazes”.

E se existe algo claro é que grande eventos pedem grandes perdas. Ou seja, com a chegada de Thanos, aumenta exponencialmente a chance de vermos alguns dos nossos heróis favoritos descobrirem se no Céu tem pão. O “big 3” dos Vingadores, Homem de Ferro, Capitão América e Thor, em especial, parece ameaçado. Já o Visão, será que sobrevive sem a Joia da Mente? E a Feiticeira Escarlate, consegue manter a sanidade sem o Visão?

Nesse jogo, a vida de poucos está garantida. Homem-Aranha, Pantera Negra, talvez Doutor Estranho… Os sacrifícios só pode – e devem – ser maiores do que um personagem secundário recém-introduzido na franquia. Né, Mercúrio? Nos quadrinhos, Thanos já matou o Máquina de Combate, o Drax (que já o matou também), o Surfista Prateado, a Feiticeira Escarlate, o Visão, o Thor, o Capitão América. Isso sem contar aquela vez que ele estalou os dedos da Manopla do Infinito e acabou com a vida de metade do Universo! Vai encarar?

Nesse jogo, a vida de poucos está garantida

– André Bloc

Foto: Divulgação

Será o fim dos Vingadores?

Como indicado pelos trailers, os Vingadores e sua galera se dividirão para proteger o universo das garras do titã louco. O problema é: parece que Thanos vai, realmente,  vencer cada grupo e reunir todas as joias do infinito. Porém, ao longo do caminho, algumas mortes podem acontecer e acabar desestabilizando a união dos heróis. Já pensou um mundo sem Capitão América ou Homem de Ferro para liderar? Quem será capaz de reunir os Vingadores novamente após uma derrota arrasadora? Se isso acontecer, só saberemos a resposta em Vingadores 4, que, inclusive, segue sem título oficial para não dar spoilers aos fãs.

Quem será capaz de reunir os Vingadores novamente após uma derrota arrasadora?

      – Daniel Costa

Foto: Divulgação