Game of Thrones: Quatro livros para entender o universo de Gelo e Fogo

31/03/2018 - POSTADO POR EM HQs/Livros E Séries
Post thumbnail

A oitava e última temporada de “Game of Thrones” só estreia em 2019, deixando seus fãs órfãos por um período mais longo do que o normal. A boa notícia é que já tem muito material literário para quem deseja se aprofundar nesse mundo de fantasia. Por isso, separamos alguns livros para você cair de cara em Westeros. 

O Mundo de Gelo e Fogo

Para quem tem curiosidade para saber mais sobre a história de Westeros e Essos, “O Mundo de Gelo e Fogo”(2014) é um prato cheio. O livro é uma coletânea de informações sobre as Casas principais, personagens importantes, cultura e mais. Então temos uma enciclopédia que poderia ser facilmente acessada por qualquer personagem que conhecemos, como o voraz leitor Samwell Tarly, melhor amigo de Jon Snow.

Mas no mundo real, a obra é uma criação de George R. R. Martin em parceria com Elio M. Garcia e Linda Antonsson, os fundadores do primeiro site de fãs das Crônicas, westeros.org. Ambos conhecem o universo quase tão bem quanto seu criador e o ajudaram a organizar tudo que há para saber sobre o assunto até agora.

Foto: Divulgação

O Cavaleiro dos Sete Reinos

Agora temos uma coletânea de contos que se passa em Westeros. O livro foi lançado em 2014, porém, suas histórias foram sendo publicadas individualmente ao longo dos anos, entre os lançamentos dos volumes da série principal. Nele, estamos 90 anos no passado da história atual das Crônicas. Acompanhamos Dunk, um cavaleiro andante e Egg, seu escudeiro, que na verdade é um Targaryen escondido.

“O Cavaleiro dos Sete Reinos” constitui uma leitura mais leve do que “As Crônicas de Gelo e Fogo”. É mais curto, há passagens de tempo entre os contos, então, você pode tomar fôlego entre eles e o foco é nas aventuras desses dois personagens, cujos passos por Westeros se misturam menos com conflitos de grandes Casas.  É interessante poder ver a família Targaryen no seu auge, já que na série principal os que restam são apenas uma sombra de seus antepassados.

Foto: Divulgação

Além da Muralha

Este livro não acrescenta novas histórias ou informações à série, mas faz uma análise do que já foi feito. “Além da Muralha” reúne quatorze ensaios de estudiosos distintos que se propõe a pegar o que foi escrito e explorar os significados. Pode parecer uma leitura densa a princípio, mas os textos são curtos e não precisam ser lidos de uma vez ou na ordem, por examinarem temáticas diferentes você pode escolher aquela que mais lhe interessa e mergulhar sobre ela.

Apesar de se focar nos livros, quem só assistiu a série também pode entender a leitura, isso se não se importar com alguns spoilers do que acontece nas Crônicas de Gelo e Fogo. Assim, mesmo sendo um mundo ficcional fantástico podemos perceber paralelos com nossas culturas e temas bastante relevantes como feminismo, exposição à violência, exclusão social e ambiguidade moral; coisas que podem passar batidas ao olharmos a obra como apenas entretenimento.

Foto: Divulgação

Mergulhe em Westeros

Agora o que temos aqui são duas antologias que não são apenas sobre o universo das Crônicas de Gelo e Fogo, mas que merecem ser lembrados porque apresentam histórias sobre personagens e momentos relevantes na história de Westeros. O estilo de escrita funciona como em “O Mundo de Gelo e Fogo”, um registro histórico da época retratada diferente das Crônicas que tem capítulos de ponto de vista.

O primeiro livro é “O Príncipe de Westeros e Outras Histórias” (2016), uma antologia de fantasia que reuniu contos de vários autores sobre personagens traiçoeiros, traidores e enganadores. O conto de George Martin tem como protagonista Daemon Targaryen, uma figura importante em um dos grandes momentos da dinastia da sua família: A Dança dos Dragões. Já foi considerado um dos homens mais perigosos dos Sete Reinos por suas maneiras violentas.

O segundo livro se chama “Mulheres Perigosas” (2017) e reúne contos de fantasia cujo tema é o mesmo do título. A história de Martin nele é A Princesa e a Rainha, também retratando a Dança dos Dragões. Porém, aqui  seguimos as duas mulheres que foram o centro desse embate: a princesa Rhaenyra Targaryen, a sucessora do Trono de Ferro por direito, e a rainha-mãe Alicent Hightower, que acreditava que seu filho Aegon Targaryen tinha uma reivindicação melhor à coroa por ser homem.

Foto: Divulgação