LISTA: As sete franquias de jogos mais TOP

11/05/2017 - POSTADO POR e EM Jogos
Post thumbnail

Houve um tempo em que todos nós íamos às locadoras de videogame jogar aquela partidinha de “PES” ou avacalhar com os pedestres em “GTA” (missões? o negócio é andar de tanque de guerra na calçada haha #George). Não conhecíamos os jogos indies e tudo parecia tranquilo. Os mods traziam Galvão Bueno narrando os lances de Robinho ao som do kuduro. É desses tempos de ouro que as franquias mais conhecidas nasceram.

A gente selecionou os jogos mais top dos tops, com bala, morte, sangue e suor – dá pra jogar tomando aquele Ciroc! Simbora!

GTA

“Grand Theft Auto” (GTA) é uma série de jogos de computador e videogames que teve início em 1997. A maioria foi desenvolvida pela Rockstar North (antiga DMA Design) e publicada pela Rockstar Games. Seu nome vem de um termo policial utilizado nos Estados Unidos para identificar roubos de automóveis: Grand Theft refere-se a furtos de valor elevado (maior que US$ 40.000) e Auto designa os automóveis. A franquia se passa em cidades fictícias dominadas pelo crime e pelas gangues de rua. O personagem do jogo pode cumprir missões para o progresso da história e/ou participar de ações no mundo aberto.

Atualmente a série conta com onze jogos autônomos e quatro pacotes de expansão. Seu último lançamento (“Grand Theft Auto 5”) arrecadou aproximadamente um bilhão de dólares nas primeira horas. Até Novembro de 2016, a franquia já havia vendido mais de 250 milhões de cópias, tornando-se assim a quinta franquia de videogames mais vendida de todos os tempos.

Fifa

O “FIFA Football” ou “FIFA Soccer”, é uma série de simuladores de futebol, lançados anualmente pela Electronic Arts (EA) sobre a chancela EA Sports. A franquia que começou em 1993, tornou-se notável por ser o primeiro jogo que tinha uma licença oficial da FIFA, o organismo que coordena o futebol mundial. Os mais recentes títulos contém várias ligas nacionais licenciadas de todo o mundo, permitindo o uso de ligas reais, clubes, nomes e aparência dos jogadores. Já foram vendidas mais de 100 milhões de cópias, fazendo da série (com mais de 20 games) a mais bem sucedida dentro do gênero desportivo.

O último jogo lançado em Outubro de 2016, FIFA 17, incluiu pela primeira vez o futebol feminino, representado através de 12 equipes nacionais. O próximo jogo da franquia, Fifa 2018, vai aprofundar o modo história, e chegou ao mercado no dia 29 de setembro deste ano.

God of War

A franquia de ação-aventura, que atualmente consiste em sete jogos, é vagamente baseada na mitologia grega, e começou em 2005. A história gira em torno de Kratos, um guerreiro espartano enganado para matar sua esposa e filha por seu antigo mestre, o deus da guerra Ares. Kratos mata Ares a mando da deusa Atena e toma seu lugar como o novo deus da guerra, mas ainda é assombrado por pesadelos de seu passado. O espartano segue em busca de vingança contra os deuses. Assim, a história conta as diversas tentativas de se libertar da influência dos deuses e titãs. Cada jogo faz parte de uma saga com vingança como motivo central.

O game exclusivo para PlayStation, que é um dos mais conhecidos e bem sucedidos da marca, ganhará um novo membro para a família. O novo God of War foi apresentando na E3 (Electronic Entertainment Expo), uma das principais feiras de games do mundo, com mais  jogabilidade, combate e mitologia nórdica. O jogo chegará no começo de 2018 ao PlayStation 4.

Call of Duty

O jogo em primeira pessoa que começou no PC e, posteriormente, se expandiu para vários tipos de consoles, é publicado pela Activision e teve início em 2003, trazendo a guerra como cenário principal. Os primeiros games são ambientados na Segunda Guerra Mundial se baseando em fatos históricos. Em seguida a Guerra Fria, e a mudança radical ocorre no quarto título da série principal, que tem como cenários a Europa Oriental e o Oriente Médio.

Segundo dados da Activision, de janeiro de 2016, a franquia já vendeu mais de 250 milhões de cópias. Em particular, “Call of Duty: Black Ops” (2010) é a mais vendida, com um total de 30,5 milhões de cópias vendidas. Ainda conforme o estúdio, as vendas do game já ultrapassaram os US$15 bilhões. O novo membro da família, “Call of Duty: WWII”, chega em 3 de novembro deste ano e traz de volta a temática da Segunda Guerra.

Far Cry

A franquia “Far Cry” nasceu como um FPS para PC em 2004 com uma história simples: você é Jack Carver, um ex-fuzileiro naval estadunidense que deve escoltar a jornalista Valerie Constantine em uma viagem à uma ilha paradisíaca. As coisas não dão muito certo e você logo descobre que não só há humanos querendo te matar, como também há animais geneticamente modificados. Ao longo dos anos o game mudou não só de história, mas também de sistema de aprimoramento de personagem – árvore de habilidades e pontos de experiência foram implementados, uma coisa bem RPG, mas muito útil.

Como bom “Sandbox” (jogos de mundo aberto, como “GTA: San Andreas”), é possível explorar todo o cenário do game sem seguir uma linearidade de missões. O próximo lançamento da franquia, Far Cry 5 foi desenvolvido para PC, Playstation 4 e Xbox One. O que sabemos é que contaremos com um leque maior de veículos para caminhar pelo longo cenário (incluindo aviões), personagens customizáveis e uma história que irá satirizar a ascensão da extrema direita fundamentalista nos EUA (“Far Cry 5” terá como vilão Joseph Seed, um cultista norte-americano e, como cenário, a fictícia “New Hope”, em Montana. É previsto para o início de 2018). O recurso de utilizar animais como ajudantes, observado em Far Cry Primal (imediatamente anterior a FC5), também será retomado.

Battlefield

“Battlefield” é uma franquia de FPS (first person shooter) de 2002 que, oriunda dos PCs e MACs, ganhou o mundo dos consoles. Com temática das grandes campanhas de guerra (o primeiro, Battlefield 1942, fala da Segunda Guerra Mundial), o jogo conquistou milhões de fãs. É muito comparado à franquia de FPS “Call Of Duty” (que segue uma lógica diferente de cronologia de guerras, embora eu – #George – ache ambos muito parecidos). O que se pode esperar em uma partida dos diversos “Battlefield”? Bala, e muita, né?

Atualmente o jogo está com um gráfico MUITO LINDO (basta comparar os edifícios do “Battlefield 1” com os de “Battlefield 1942”, que mais parecem caixas) e continuamos a utilizar também veículos, o que torna a ação bem interessante – saindo do FPS e tomando um caminho mais adventure. O último nome da franquia saiu no mercado com o nome de “Battlefield 1”, pois se passa na Primeira Guerra Mundial. O início da campanha foca muito em como a guerra é um horror e como a vida das pessoas é descartável em ambientes como os de um conflito – ou seja, tem uma mensagem positiva. Algumas vezes o discurso proferido é o de “vamos matar geral” e até há personagens que falem isso, mas BF1 nos deixa com a sensação de que poderíamos viver uma vida diferente, fora da guerra. E só isso já é um mérito do mais novo Battlefield.

Assassin’s Creed 

“Assassin’s Creed” (AC) é uma franquia de jogos de ação/aventura que teve início em 2007. Todos os títulos seguem basicamente a mesma história: a partir das memórias genéticas de Desmond Miles, acompanhamos um grupo secreto chamado de Assassinos, que são os protagonistas, e seus inimigos, os Templários. Você se pergunta o motivo de esta história à la Dan Brown ter feito tanto sucesso e eu respondo: AC é bastante divertido.

Apesar de um pouco repetitivos, temos ação em modo stealth (para quem não sabe o que é isso é tipo “andar cautelosamente e matar mais cautelosamente ainda”) e vários elementos de História real que alimentam o enredo da narrativa. Encontramos boa gente como o camarada Karl Marx (“AC Chronicles: Russia”), George Washington (AC III) e Ricardo Coração de Leão (AC). A trama é cheia de conspirações e reviravoltas e a franquia até saiu dos consoles e ganhou vida em adaptações literárias e cinematográficas – ou seja, se você finalizar os 19 títulos de AC, pode parar um pouco de apertar botões e ler um livro ou ver um filme. O último título da série “AC: Origins” contará mais sobre o passado e a origem dos Assassinos.