Veredito de Bravely Default II

14/03/2021 - POSTADO POR EM Jogos

Em parceria com a Nintendo, a Square Enix lança mais um JRPG (Japanese Role-Playing Games) para o Nintendo Switch: o Bravely Default II. A franquia ficou conhecida pelos jogos do Nintendo 3DS, Bravely Default (2012) e Bravely Second: End Layer (2015), e pela primeira vez teve a oportunidade de estrear em uma plataforma mais robusta como console de mesa. 

Apesar da numeração do título, o jogo não é uma sequência e traz uma história completamente nova e independente. Desta vez, você controla um grupo de quatro guerreiros, também conhecidos como The Heroes of Light (heróis da luz), que buscam encontrar cristais elementais (fogo, água, ar e terra) e impedir a destruição do mundo. 

Confira o veredito e descubra se realmente vale a pena jogar!

Uma aventura daquelas! 

Você está pronto para uma longa jornada? Antes de jogar ou, até mesmo, comprar Bravely Default II, saiba que o título lhe reserva cerca de 60 horas, no mínimo, de muitos desafios e narrativas encantadoras. O roteiro é muito bem construído e cheio de momentos emocionantes.

Para encontrar os quatro cristais elementais perdidos em Excillant, você contará com Adelle, Gloria, Elvis e Seth; cada um com sua respectiva classe e valor dentro do campo de batalha. Inclusive, procure fazer algumas missões secundárias para se apaixonar ainda mais pelos protagonistas. Não se arrependerá e ainda ganhará equipamentos especiais! 

Também não posso deixar de comentar sobre os excelentes gráficos e visuais do jogo, que combinam tons aquarelados com 3D. Tanto os personagens quanto os cenários são impecáveis e cheios de vida. Todos os efeitos visuais dos golpes são um show à parte, principalmente quando vemos magias sendo lançadas em campo. 

Resultado: História carismática + gráficos perfeitos =  Aventura inesquecível. 

Foto: Divulgação

Sistema de batalha divertido 

Se você gosta de RPG tradicional com ataques por turno, como Final Fantasy IX (2000), ficará bastante feliz com o que é feito em Bravely Default II. Apesar de não fugir da fórmula dos seus antecessores, o título garante gameplay bastante divertido e viciante por natureza. 

Durante os conflitos, é possível tomar uma postura mais agressiva com o “Brave”, para ganhar movimentos extras durante o seu turno atual, ou seguir uma linha mais estratégica com o “Default”, para adotar uma postura defensiva enquanto ganha turnos extras para usar depois com “Brave”

Saber quando guardar e quando liberar tudo é crucial para o seu sucesso nas batalhas, e não existe uma estratégia única para todos os inimigos. Esse “feeling” é muito importante e definirá se você ficará vivo ou morto. 

Por exemplo, se você estiver lidando com inimigos simples, basta ativar o “Brave” e sair matando todos. Porém, se estiver contra oponentes de nível superior, é preciso usar o “Brave” com sabedoria, afinal se usar todas as sequências, ficará um bom tempo sem poder atacar novamente com os seus personagens e incapacitado de usar qualquer cura ou proteção.

Foto: Divulgação

Escolha a profissão dos sonhos

Uma das melhores coisas do jogo é o sistema de profissões. Ao contrário de muitos RPGs, onde cada personagem tem uma classe desde o início, este sistema permite que você faça o que quiser. Então, qualquer personagem pode ser mago, guerreiro ou, até mesmo, assassino

Os protagonistas ganham níveis de profissão fora dos pontos de experiência normais, e conforme sobe de nível, é possível desbloquear novas habilidades passivas e buffs mágicos e físicos. E um detalhe muito importante: você pode definir uma profissão como primária e outra como secundária. Assim, basicamente, qualquer integrante do time fica com poderes de duas classes diferentes. 

Ao longo da história, é possível desbloquear em média 20 profissões, o que é um número inferior quando comparado com Bravely Second: End Layer, onde tinha 30. Apesar disso, é impossível não se apaixonar e se divertir com cada profissão. 

Foto: Divulgação

Veredito

E mais uma vez a parceria entre Nintendo e Square Enix traz um jogo de excelência para quem curte se aventurar e passar boas horas em um JRPG. Certamente, você passará mais de 60 horas em Bravely Default II e se apaixonará pelo sistema de batalha e profissões. Será irresistível não jogar com todas classes e montar o time dos sonhos, com tudo que tem direito, seja mago, aprendiz ou bardo.

A única crítica maior para comentar é o nível de dificuldade. Mesmo escolhendo o nível mais fácil, você encontrará desafios e, muitas vezes, enfrentará o mesmo chefão várias vezes para conseguir vencer. Então, caso não se importe com isso, você terá um bom jogo nas mãos para curtir até enjoar!

Foto: Divulgação

Pontos Positivos:

  • História cativante; 
  • Sistema de batalha divertido; 
  • Sistema de profissões é perfeito;
  • Gráficos lindíssimos;
  • 60 horas de jogo.

Pontos Negativos: 

  • Dificuldade do jogo pode afastar jogadores;
  • Não está legendado em português, apenas inglês e espanhol.

Nota: 9,0