Cinco jogos gratuitos de smartphone para se viciar

04/04/2018 - POSTADO POR EM Jogos
Post thumbnail

É difícil encontrar alguém que ainda não tenha se rendido às vantagens e tecnologias do smartphone. Os vários aplicativos possibilitam funções antes inimagináveis para um telefone de bolso, inclusive a de ser quase como um videogame portátil, sorte grande para aqueles que não largam o joystick. A variedade de títulos é enorme e para todos os gostos, por isso separamos cinco jogos gratuitos para você baixar e jogar a qualquer momento.  

Our Last Journey  

Sem a necessidade de internet para jogar, “Our Last Journey” é um game emocionante e bonito que fala sobre amor e perda, com puzzles que começam simples, mas vão se complicando a cada nova fase. Por conta disso, o jogador fica travado em alguns momentos, tornando-o um pouco demorado de finalizar.

Dividido em quatro capítulo com nove fases cada, a finalidade é empurrar blocos para construir caminhos ou liberar passagens que guiam a personagem principal: uma senhorinha de cabelos brancos que quer se despedir do seu marido falecido. Pode parecer mórbido, mas as cores escolhidas aliadas à a composição de paisagens e trilha sonora transformam tudo em um bonito momento de reflexão.

The Sims

O clássico dos computadores também está disponível para jogar no smartphone em duas versões: The Sims Mobile e The Sims FreePlay. O primeiro é bem semelhante ao atual “The Sims 4”, com conteúdos idênticos ao do jogo. O segundo é mais independente, trazendo até expansões que ainda não existem na atual geração do título.  

Ambos são online e funcionam da mesma forma: após criar o personagem, o jogador seleciona ações que demoram certo período de tempo, de acordo com a complexidade, e ganha ponto quando o Sim finaliza a atividade. Assim como no computador, é possível conseguir um trabalho, reformar a casa, comprar novos móveis, ter relacionamentos, casar e ter filhos.

Magic Tiles 3

Se você incendiava os dedos jogando “Guitar Hero”, saiba que a mecânica de ser, literalmente, o player é muito comum em outros  games, como no “Magic Tiles 3”. Aqui, você interpreta canções de piano que, ao serem finalizadas, recomeçam cada vez mais rápidas aumentando a dificuldade. Errar uma nota já é o suficiente para perder, mas se você estiver conectado pode ver um anúncio em vídeo e continuar de onde parou.

Recordes e pontuações altas liberam novas músicas, mas também é possível jogar online em modo de “batalha”. As competições acontecem em tempo real, e o jogador que continuar por mais tempo sem errar é o vencedor. É necessária internet para jogar cada música pela primeira vez, mas após isso, o som já fica salvo e pode ser reproduzido sem conexão à rede.

Once Upon a Tower

Sabe aqueles joguinhos que lembram a época de infância no Nintendo? “Once Upon a Tower” é um deles. Com a jogabilidade do tipo plataforma, a proposta  é ser uma releitura dos contos de fadas, colocando a própria princesa como heroína de sua história. Ela mesma enfrenta os inimigos para sair de uma torre protegida por um grande dragão que cospe fogo.  

E são muitos inimigos, então não é um jogo tão fácil, mas, caso você tenha conexão  à internet, é possível se salvar do primeiro golpe sofrido vendo um anúncio de vídeo. As pontuações permitem resgatar novas personagens, outras princesas de diferentes etnias com grandes armas, como martelo e machado.

My Oasis

Quem tem o costume de jogar sabe que, muitas vezes, ao invés de relaxar o passatempo provoca ainda mais estresse ou frustração. Por isso, a proposta do “My Oasis” é ser um santuário relaxante. Visualmente bonito, a intenção é que você cuide de um pedacinho de terra flutuantes. Cada toque na tela aumenta a pontuação, que é usada para trazer melhorias ao mundinho.

A cada intervalo de tempo opções de chuva e névoa ficam disponíveis, e quando usadas aumentam automaticamente o score. Aos poucos o pequeno oásis vai ganhando árvores, flores, rochas e animais. O game ainda mostra mensagens fofas e motivacionais, como “Você é mais importante do que julga”, tornando-se ideal para aqueles dias de bad ou em que você está só cansado mesmo.

Fizemos uma matéria semelhante a essa em setembro de 2017. Então se você busca sugestões de títulos e não se importa deles serem um pouco mais antigos, leia também Cinco jogos diferentes para brincar no celular.