5 perguntas com spoilers sobre Pokémon: Detetive Pikachu

20/05/2019 - POSTADO POR EM Animes / Mangás, Filmes E Jogos
Post thumbnail

Foram “apenas” 23 anos de espera, mas os fãs de Pokémon finalmente tem um live action para chamar de seu. Você já conferiu nosso veredito (sem spoilers) aqui, mas é normal que restem algumas dúvidas após o filme e aqui estamos para tentar sanar algumas delas. Quer você tenha ou não assistido ao filme, atenção para os spoilers a seguir!

Como o pai do Tim sobreviveu?

No final do filme, descobrimos que o Detetive Pikachu, cuja voz é feita pelo Ryan Reynolds, na verdade é o próprio Ryan Reynolds, que no filme interpreta Harry Goodman, o pai do Tim (Justice Smith). Acontece que o Mewtwo tem o poder de combinar a alma de um humano com a de um Pokémon, e foi exatamente o que ele fez com o Harry e o seu parceiro Pikachu após um acidente ter colocado a vida do detetive em risco.

Sorte que assim como juntar os dois seres, o Mewtwo também tem a habilidade de desfazer isso sem muito esforço. O filme não passa muito tempo tentando explicar como exatamente isso funciona, e talvez seja melhor assim. Convenientemente, o rosto do pai do garoto não aparece em nenhuma das cenas de flashback, deixando a revelação e a surpresa de ver o Ryan Reynolds em carne e osso para o final emocionante do filme.

Foto: Divulgação

Quem é o verdadeiro vilão?

Apesar de parecer que o Mewtwo é a criatura maligna cumprindo o trabalho de Roger Clifford (Chris Geere), na verdade é o pai dele, o visionário por trás de Ryme City que engana Tim e seu pai e tem planos maléficos para o mundo. Howard (Bill Nighy) criou uma cidade utópica onde humanos e Pokémons vivem em harmonia, mas a sua visão de mundo vai além disso. Para ele o próximo passo da evolução é combinar a mente humana no corpo de um Pokémon, quebrando todas as barreiras éticas no processo.

Seu plano envolvia capturar o Mewtwo e estabelecer uma conexão neural com ele, controlando suas ações e usando suas habilidades para transformar todos os humanos de Ryme City em Pokémons. Por sorte, o Detetive Pikachu conseguiu usar seus poderes para atacar o Mewtwo controlado por Harry e desfazer a conexão neural com a ajuda de Tim, salvando a cidade e revertendo o caos que havia se instaurado.

Foto: Divulgação

Teremos uma continuação?

Como o filme encerra seu arco ali e não possui cenas pós-créditos, não há uma semente óbvia plantada para uma sequência. Mesmo assim, foi noticiado no início do ano que uma continuação de “Pokémon: Detetive Pikachu” estava sendo desenvolvida com o roteirista Oren Uziel, de “Anjos da Lei 2” (2014), responsável pelo script.

Ainda não está claro que rumo a história vai seguir, agora que a voz do Pikachu voltou para o seu dono, Harry Goodman. Agora que já vimos a criaturinha falar, seria no mínimo frustrante que ela passasse o filme inteiro falando apenas “Pika Pika”. Com certeza, os produtores irão contornar essa situação – só não sabemos quando, visto que a sequência ainda não tem data anunciada.

Foto: Divulgação

Quais as chances de vermos Red ou Ash?

O primeiro live-action de Pokémon pode ter decepcionado alguns fãs que esperavam ver certos rostos familiares no longa. Acontece que a produção foi uma adaptação do videogame “Detetive Pikachu”, e por isso não contou com personagens clássicos das animações. Mas o futuro é cheio de possibilidades.

Quando a origem do Mewtwo está sendo contada no filme, é mencionado que ele escapou de Kanto há cerca de 20 anos. Kanto foi a primeira região introduzida na saga, e é o lar de Red, o primeiro personagem jogável de Pokémon. São grandes as chances de vermos um spin-off baseado no treinador, com aparições da equipe Rocket e até de Ash, configurando, quem sabe, um Universo Cinematográfico Pokémon.

Foto: Divulgação

O que vem a seguir na franquia?

Diversos outros segmentos estão com produtos a serem lançados em breve, afinal, nem só de cinema vive Pokémon. Para o fim de 2019, os games “Pokémon Sword” e “Pokémon Shield” devem ser lançados para o console Nintendo Switch, Estes serão os primeiros jogos da oitava geração de Pokémon, e devem se passar na região inédita de Galar.

O mangá “Pokémon Special”, também conhecido como “Pokémon Adventures”, continua lançando títulos desde 1997. Somando 53 volumes no original, a publicação no Brasil é feita pela Panini, que deve lançar o capítulo “Ruby e Sapphire” (15-22) neste ano. O anime principal também segue firme e forte atualmente em sua 22 temporada, intitulada “Ultra Legends”. Por sua vez, um remake do primeiro filme animado é aguardado para 12 de julho. “Mewtwo Strikes Back: Evolution” já teve seu trailer divulgado, que você confere a seguir.