5 motivos para assistir a última temporada de New Girl

15/05/2018 - POSTADO POR EM Séries
Post thumbnail

Zooey Deschanel é quase patrimônio da cultura indie americana. Quando a notícia de que ela estrelaria uma sitcom no papel de uma professora de bom coração, a internet recebeu a novidade com muito carinho. A audiência se percebeu pelos números: em setembro de 2011, com 10,28 milhões de espectadores na premiere, “New Girl” foi a melhor estréia de outono da Fox em dez anos. Sete anos e muitas histórias depois, a série chega ao fim. Juntamos aqui cinco motivos para acompanhar a temporada final da série, que vai ao ar até dia 15 de maio.

Elenco

Zooey Deschanel interpreta Jessica Day, uma jovem professora que acaba de sair de um relacionamento ruim e se muda para um loft com outros três rapazes solteiros: Nick (Jake Johnson), um relaxado desistente da faculdade de direito que possui uma criatividade inexplorada; Schmidt (Max Greenfield), um homem de negócios exibido e confiante com as mulheres; e Winston (Lamorne Morris), um ex-atleta que procura um rumo para a vida. Assim como os personagens, cada ator balanceia um ao outro e o elenco se completa numa harmonia formidável.

Trajetória

Ao longo de sete temporadas, pudemos acompanhar o desenvolvimento dos personagens de maneira privilegiada. Os quatro adultos excêntricos ajudam um ao outro a vencer seus bloqueios e encontrar seu caminho, tanto romântica quanto profissionalmente. Vimos os laços entre eles se estreitarem e crescerem de forma especial. Um exemplo disso é o relacionamento de Schmidt e Cece (Hannah Simone), a melhor amiga de Jess. O que começa como uma provocação e uma paixão platônica resulta num lindo e propício casamento.

Comédia

“New Girl” é uma sitcom. E como toda produção do gênero, o que mais fazemos em seus episódios de 22 minutos é rir – apesar de que nos melhores episódios da série, nós também choramos de emoção. O humor da produção pode parecer bobo, mas a esperteza do elenco faz com que as piadas funcionem e sejam potencializadas ao máximo. Com o timing cômico pontual, os protagonistas conseguem tirar ótimas gargalhadas do público. Seja através de flashbacks inusitados ou situações hilárias inseridas no roteiro (um destaque pessoal para o episódio “Models”, da segunda temporada), a diversão é garantida.

O Casal

Jess e Nick possuem uma química visível. Se essa não era a intenção desde o começo, logo ficou bem claro para os produtores e a criadora da série Elizabeth Meriwether que algo deveria ser feito sobre isso. Os personagens de Zooey Deschanel e Jake Johnson se tornaram uma atração à parte dentro de “New Girl”. É de aquecer o coração ver a evolução do casal, desde as negações mútuas de que estavam interessados um no outro até os flertes naturais e honestos que culminaram na cena do elevador no fim da sexta temporada. Muitos achavam (este que vos escreve inclusive) que esse teria sido um final – ainda que súbito, adequado para série. Mas ainda bem que os produtores tiveram a oportunidade de aproveitar o potencial restante e dar o desfecho planejado para todos.

Participações especiais!

Com mais de 140 episódios, fica difícil lembrar de todos os nomes ilustres que passaram pela série. Só para mencionar alguns, tivemos Andy Samberg (num crossover com Brooklyn Nine-Nine), Olivia Munn, Taylor Swift, Dermot Mulroney, Brenda Song, Adam Brody, Margo Martindale, Gordon Ramsay, Alexandra Daddario, Justin Long, e Jamie Lee Curtis, no papel da mãe de Jess. Uma participação mais do que especial que merece destaque foi a de Megan Fox, que se tornou a “nova garota” por quase uma temporada durante a gravidez de  Zooey Deschanel. O posto de melhor convidado, porém, vai para o saudoso Prince, que interpretou a si mesmo em um memorável episódio que leva o seu nome. A temporada final promete reunir os convidados mais importantes da trajetória da série.

Foto: Divulgação