4 motivos para assistir “Deixe a Neve Cair”

18/11/2019 - POSTADO POR EM Filmes

O primeiro filme natalino da Netflix este ano estreou no catálogo, e com um elenco adolescente bem conhecido misturado com uma trama que combina vários cenários de Natal, a produção consegue ter carisma o suficiente para te engajar na história. Então vamos te apresentar aqui quatro motivos para você não perder esse longa.

1. A história transita entre clichês e não-clichês

O filme acompanha um grupo de jovens durante a véspera de Natal em uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos. A trama se divide em núcleos, no quais os personagens tem seus dilemas para serem resolvidos e que serão debatidos ao longo do filme. 

O que pode ser observado nesses núcleos é uma mistura entre histórias já batidas e outras nem tanto. Por exemplo, nós acompanhamos o clássico casal de melhores amigos que se gosta em segredo, temos também o cara famoso que está um pouco cansado do que a fama lhe traz e só quer ter um dia normal. Em contrapartida temos o garoto que quer dar uma festa de Natal para mostrar a todo mundo como ele pode ser um dj talentoso, além da garota que quer alertar a melhor amiga sobre o seu comportamento em relação ao namorado.

Quando combinadas, essas tramas conseguem criar um mix equilibrado entre aquelas em que você já entende o que vai acontecer e outras em que fica curioso sobre o rumo que irão tomar. E mesmo os clichês conseguem ser balanceados com um toque de humor para não ficarem tão maçantes, assim o espectador consegue manter o interesse na narrativa.

Foto: Divulgação

2. O elenco é carismático

A Netflix conseguiu reunir figurinhas carimbadas em produções adolescentes para compor o elenco de “Deixe a Neve Cair”, para você ter uma ideia participam do filme nomes como Kiernan Shipka (“O Mundo Sombrio de Sabrina”), Jacob Batalon (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”), Odeya Rush (“Goosebumps: Monstros e Arrepios”) e Mitchell Hope (“Descendentes”). O restante dos atores é um pouco mais desconhecido.

A escolha do elenco conseguiu ser bastante acertada, pois além de ter rostos conhecidos, os atores tiveram um bom desempenho em seus respectivos papéis. Eles apresentam personagens carismáticos, todos com um certo nível de profundidade em que se entende as suas motivações e fazem com que o público se importe com cada um. Como todos têm objetivos a serem alcançados no decorrer do longa, você fica na expectativa para saber se eles irão conseguir e, caso sim, de que maneira.

Foto: Divulgação

3. O clima natalino é cativante

Não é mais novidade nenhuma que a Netflix anda investindo em produções com temática de final de ano, mas nem todas conseguem acertar ao ponto quanto à trama e em trazer um clima natalino agradável.

Em “Deixe a Neve Cair” nós somos colocados dentro do clima de Natal por toques sutis, como a personagem que está buscando um elfo para a aldeia natalina que a mãe fez, ou uma apresentação de igreja que reúne vários símbolos religiosos de final de ano. Então, apesar de não ser o ponto central da trama, é algo que permeia as histórias e consegue ser relevante para os acontecimentos.

Foto: Divulgação

4. É baseado em um livro

O filme é uma adaptação do romance lançado em 2008 pelos autores John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson, que se propuseram a narrar contos que tivessem o Natal como pano de fundo e fizessem uma cidade pequena se tornar um refúgio romântico para três histórias de amor.

Os autores são conhecidos por seus romances adolescentes. John Green é responsável por “A Culpa é das Estrelas”, adaptado para o cinema em 2014; “Cidades de Papel”, que teve um longa em 2015 e “Quem é Você, Alasca?”, que recentemente ganhou uma série pela Hulu.

Lauren Myracle é outra escritora voltada para o público jovem, mas que não possui muitas publicações trazidas para o Brasil. Você pode conhecê-la por outra participação em um livro de contos chamado “Formaturas Infernais”, publicado em 2009. Maureen Johnson também teve poucos de seus livros traduzidos para o português, sendo o principal “O Nome da Estrela”, de 2015, que revisita os assassinatos de Jack, o Estripador por uma nova ótica e tem como protagonista uma adolescente britânica sensitiva.

Foto: Divulgação